Cidades

Vigilância em Saúde ganha novas instalações em Itacoatiara.

Manter um permanente sistema de prevenção à saúde, com instrumentos ativos e produtivos no combate aos sinais de males coletivos sempre foi, desde o primeiro dia da administração Antônio Peixoto, uma prioridade absoluta, com procedimentos indutivos de orientação e prospectivos de aplicação de métodos preventivos.

Uma das propostas foi reunir todos os entes envolvidos, direta e indiretamente nesta questão, numa mesma estrutura física, visando o aumento da eficiência e o uso compensador da tabulação de informações que promovem as ações em todos os níveis, desde a atenção, alerta e indícios de calamidades.

Neste sentido a Prefeitura escolheu o prédio, com espaços para abrigar todos os setores e laboratórios, mas que estava abandonado e sem uso, localizado na rua Mario Andreazza 1957, bairro de Santo Antônio, desenvolveu os estudos de arquitetura interior e a projeção da fachada, iniciando uma recuperação total, numa reforma da estrutura integral, desde o fortalecimento dos serviços de saneamento, água e parte elétrica, num trabalho de distribuição espacial, num organograma que permite, a um só tempo, o bom atendimento aos milhares de pessoas, até o desenvolvimento dos trabalhos técnicos e laboratoriais.

Concluídas as obras, o prefeito Antônio Peixoto entregou o prédio para funcionamento imediato, com todos os serviços do Departamento de Vigilância em Saúde, no dia 11 de julho, lembrando que a saúde preventiva, os cuidados com a pessoa, a observação do meio ambiente são regras fundamentais para evitar doenças mais graves, acabar com o sofrimento e diminuir o impacto da rede básica de saúde e principalmente na rede hospitalar, exigindo ações de elevada resolutividade e até transferências para Manaus.

“A palavra é prevenir, que a sabedoria popular sempre repete na afirmação de que é melhor prevenir do que remediar. Hoje estamos dando um passo à frente contra doenças e contra o sofrimento que se inicia com sinais leves, mas que só são percebidos como doença grave quando o estado é avançado e até na cura, deixa sequelas” alertou o prefeito Antônio Peixoto durante a solenidade de entrega do prédio, com o universo de serviços presentes e o representante da Vigilância do Estado Vanderson Sampaio.

“É valiosa esta contribuição da Prefeitura na visão da busca de eficiência, alimentando todo o sistema de vigilância pela união de esforços e pela integração de informações numa mesma estrutura. Com mais ação de prevenção, teremos menos doentes nos hospitais” pontuou Vanderson.

O Departamento de Vigilância em Saúde é um segmento operacional da Secretaria Municipal de Saúde e abrange as vigilâncias epidemiológicas, ambiental, sanitária e Saúde do trabalhador e atua como ente de planejamento, mas com ação ativa com equipes itinerantes presentes em todas as zonas de suspeita de risco, apontando soluções, com instrumentos de informação e orientação didática, contra possíveis males no arco destas doenças.

No prédio funcionará também o Laboratório Central – LACEN, que atua como vigilância de laboratório, nas notificações compulsórias de doenças, e no diagnóstico de malária, doença de Chagas, leishmaniose, tuberculose e hanseníase, recebendo espaços compatíveis com suas funções na linha da qualidade dos serviços e velocidade nos resultados.

Ascom

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Fechar
Fechar