Cidades

Um GRITO de alerta pela recuperação da estrada AM-010

O prefeito Antônio Peixoto está liderando o movimento em prol da recuperação, pavimentação de base e cobertura asfáltica na estrada AM-010, em toda a sua extensão como ferramenta de afirmação do município como Polo de desenvolvimento do Médio Amazonas, mas, de forma emergencial, no trecho mais dramática que é entre a comunidade de Lindoia e a cidade de Itacoatiara.

Depois de fazer em estudo minucioso, com fotos, filmagens e relatos documentais da situação real da rodovia e um levantamento sobre o impacto negativo que sua trafegabilidade pode acarretar, fechando os corredores da economia de toda a região e gerando um verdadeiro caos social com o isolamento de Itacoatiara, Itapiranga e Urucurituba que usam a estrada como alternativa mais ágil e mais viável economicamente do que a navegação fluvial, o prefeito Antônio Peixoto reuniu em seu Gabinete na Prefeitura, os representantes de todos os entes responsáveis pelo transporte rodoviário para buscar uma solução, pela via coletiva do convencimento junto ao Governo do estado, a quem cabe, por definição, a manutenção da rodovia.

Estiveram na reunião o presidente da Câmara de Itacoatiara e os dirigentes das empresas de transporte intermunicipal Eucatur, os presidentes da cooperativa e do sindicato dos táxis, além de representantes de empresas rodoviárias que alimentam as demandas de alimentos e necessidades básicas do eixo municipal do Médio Amazonas, todas reféns das deficiências estruturais da estrada, somando prejuízos contínuos chegando ao limite da contabilidade de custos diante da quebra de veículos, da diminuição do tempo do percurso e dos acidentes que já ameaçam vidas humanas.

A proposta do prefeito Antônio Peixoto é solicitar por oficio assinado por todos os entes envolvidos neste processo de circulação da AM-010, uma audiência com o governador Wilson Lima, para apresentar o documento da realidade da estrada e solicitar, dentro das condições do Estado, mas com máxima velocidade possível, ações de recuperação de todos os trechos.

O representante dos taxistas afirmou que “se o perigo de acidentes com danos humanos é iminente, teme-se pela interdição absoluta da estrada, diante dos prejuízos materiais “e chegou a comparar a AM-010, em termos de importância social e econômica para Itacoatiara, assim como a BR-319 é para o Amazonas.

O prefeito Antônio Peixoto explicou que teme por tragédias, não apenas pelo isolamento econômico, mas pela dependência da estrada para o transporte de doentes, para a garantia da segurança e para a atração de investimentos, gerando emprego e renda, no momento em que abrem as portas para os incentivos da Zona Franca de Manaus e começam as grande sobras estruturantes do município, como a construção do complexo portuário privado em Novo Remando.

“Vamos bater na porta do Governo do Estado conscientes de que haverá sensibilidade, entendimento e compreensão para esta questão relevante não apenas para Itacoatiara, mas para toda a região” afirmou o prefeito Antônio Peixoto.

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar