Resumo da Sessão do Dia 18 de Junho

Na sessão do dia 18 de junho de 2018, o estudante universitário, Luciano Moraes da Silva usou o tempo da tribuna cidadã, a fim de apresentar um projeto de sua autoria e de mais um colega de faculdade, sobre irrigação inteligente de solo, através da técnica de gotejamento.
O projeto foi desenvolvido no Campus da UFAM de Itacoatiara e foi classificado para participar de uma competição internacional, que vai acontecer na cidade de Natal – RN. Além de apresentar o projeto, a outra finalidade foi a busca de apoio financeiro dos vereadores, para custear as despesas de viagem.
– O vereador Bosco Rodrigues explicou que a Câmara não tem verba para esse tipo de ajuda, aliás, para nenhum tipo de ajuda, entretanto, iria ver com cada vereador, o que poderiam ajudar de seus próprios salários, além de conversar com alguns empresários amigos, a fim de buscar patrocínio.

– O vereador Richardson do Mutirão falou que a chuva torrencial que caiu no final da manhã desse dia 18 de junho, danificou um trecho da pavimentação da Rua Borba, nas proximidades da Antiga Canópus Motos. Ele disse que se nada for feito, aquele trecho, logo estará todo comprometido, pois o serviço da Rua Borba está inacabado.
Richardson disse que, segundo publicação, do dia 10 de maio passado, em uma rede social do prefeito Peixoto, as obras de asfaltamento e tapa buracos já estariam começando em meados de junho, entretanto, nada está sendo feito até agora.
Voltou a falar que o Governador Amazonino Mendes só faz as coisas sob pressão.

– O vereador Gil Libório falou sobre a sessão itinerante ocorrida no último dia 14 no CETI. Ressaltou que é muito importante a realização dessas sessões, pois as pessoas se sentem mais a vontade para reivindicar.

– O vereador A. I. Netto reportou-se a respeito da audiência pública que ele participou em Novo Remanso, no dia 14 passado, quando foi debatido a criação da Distrito de Novo Remanso.
Ele parabenizou os universitários pelo projeto de irrigação inteligente, aproveitando para destacar que o setor primário em nossa região precisa ser valorizado e incentivado, pois a greve dos caminhoneiros mostrou de forma clara a fragilidade do Amazonas, como um todo, naquilo que se refere a abastecimento, afinal, segundo A. I. Netto, 80% de tudo que consumimos no estado, vem de fora, de outras regiões do pais. Citou que até cheiro verde, compramos do Ceará.
Netto abordou sobre as providências que precisam ser tomadas para melhorar o setor primário no Amazonas, de forma particular em Itacoatiara, como a regularização fundiária e a utilização da tecnologia para melhorar a produtividade.

– O vereador Ney Nobre agradeceu a equipe da Câmara Municipal pelo empenho na organização da audiência pública, realizada em Novo Remanso no início do Mês, para tratar da situação do lixão daquela Vila.
Ney lamentou que o secretário de Meio Ambiente, Lúcio Barros, não tenha apresentado nenhuma solução para o problema, inclusive, nem se quer foi ver in loco a situação da lixeira. Ney disse que, indiretamente, a culpa é do prefeito Peixoto, pois é ele quem nomeia os secretários.
Finalizou destacando a necessidade de que seja dado incentivo ao setor primário.

– O vereador Bosco Rodrigues agradeceu a todos os vereadores e aos amigos em geral, pelo apoio que recebeu e ainda está recebendo, devido ao falecimento de sua mãe, sua irmã e seu sobrinho, vítimas de acidente.
Parabenizou as aniversariantes Maria Cruz, Soniele Costa e Iranete pela passagem de seus respectivos aniversários.
Sobre o pedido que fizeram a Ele, pelo Face Book, a respeito da aprovação da regulamentação dos Mototaxistas, Bosco respondeu que depende do prefeito Peixoto, pois está nas mãos dele e a hora que for encaminhado para a Câmara, será analisado e votado.
Bosco assegurou que vai encaminhar solicitação de reunião com os diretores do Grupo Maggi em Itacoatiara, a fim de tratar assunto da venda de insumos agrícolas para os produtores rurais de Itacoatiara.
Ele reportou-se sobre um pedido feito pelos moradores da Rua Aquilino Barros, a respeito de uma galeria de esgoto que foi mal planejada e mal feita. Disse que a Câmara tem buscado ajudar a resolver os problemas do povo.
Falou sobre o incidente que resultou na morte, por afogamento, de um adolescente. Lembrou que Itacoatiara não tem bombeiro mergulhador, que por isso, vai apresentar requerimento solicitando do Comando Geral, a vinda de uma equipe de mergulhadores, para ficar permanente em nossa cidade.
Bosco disse que o porto inaugurado no último sábado, dia 16, não saiu como o planejado, pois não tem armazém e nem retro porto. Ele abordou ainda sobre a necessidade de melhorias significativas na Rodovia AM 010 e da reforma do aeroporto.
Finalizou enfatizando que não está contente com a situação do nosso município, entretanto, ele e a Câmara, estão buscando melhorias para a população.

– O vereador Arialdo Guimarães disse que um dos motivos de as ruas estarem alagadas é porque Itacoatiara não tem rede de esgotos e nem recursos próprios para esse tipo de obra. Disse que o prefeito deveria, no mínimo, mandar desobstruir os bueiros para dar vazão à água.
Arialdo comparou que, quando vamos fazer obras em casa, nós planejamos e que o gestor público tem 4 anos para planejar e executar.
Falou que o Governo do Estado tem obrigação de ajudar o município, que precisa ser respeitado e não tratado como moeda de troca. Finalizou dizendo que em uma década, Itacoatiara terá uma explosão na economia.

– O vereador Joanilson Mendes disse que o Amazonas é a periferia do Brasil, que devemos apontar e buscar caminhos para nosso Estado se desenvolver, sobretudo a zona rural, o setor primário. Ele lembrou que Manaus tem mais de 2 milhões de habitantes, que não plantam nada. Daí a necessidade de valorizar e incentivar o setor primário.
Joanilson lembrou que há muito vem se falando sobre a matriz econômica para o desenvolvimento do Estado, entretanto, tem passado gerações e gerações e nada aconteceu de concreto.
Sobre o novo porto inaugurado, Joanilson lembrou que de nada vai adiantar se não for melhorada e duplicada a Rodovia AM 010.
Finalizou ressaltando o quanto seria bom se a Hermasa vendesse a preços acessíveis insumos como milho e farelo de soja para os produtores locais.

– O vereador Francisco Rosquilde falou da grande capacidade e da tecnologia desenvolvida pela empresa Hermasa, no ramo da navegação e transporte de grãos. Citou a grande quantidade de grãos exportados e dos insumos e fertilizantes importados. Por isso, o vereador Rosquilde entende que a Hermasa poderia, tranquilamente, vender esses produtos, apreços acessíveis, ao produtores locais.

– A vereadora Cheila Moreira parabenizou os universitários pelo projeto de irrigação inteligente. Depois lembrou que em 2015 fez uma solicitação da realização de uma ação de cidadania, para o Rio Arari, através do Barco PAI, mas, que foi adiada. Entretanto, Cheila assegurou que está refazendo a solicitação e espera que tudo possa dar certo. Que não é uma ação isolada sua, mas de toda a Câmara de Vereadores. Cheila ressaltou que essas ações de cidadania são importantes, por exemplo, para emissão de documentos. Ela citou caso de pessoas que não tem nem certidão de nascimento.

Fonte: CMI -> http://cmi.am.gov.br/resumo-da-sessao-do-dia-18-de-junho/

Mostre mais

Deixe seu Comentário

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios