Política

Resumo da Sessão do Dia 12 de Novembro de 2018.

Na sessão do dia 12 de novembro de 2018, o vereador A. I. Netto falou sobre as constantes interrupções de energia elétrica, que tem ocorrido na zona rural, localidades atendidas pelo programa Luz pra Todos. Ele disse que as pessoas se prepararam e se programaram para esse período de piracema, comprando freezers, entretanto, aquilo que prometia ser um sonho, se transformou num pesadelo, pois a frequente falta de energia tem causado muitos prejuízos. Netto destacou que a energia funciona em média apenas duas horas por dia e que isso precisa ter uma solução.
Ele falou da dificuldade que as pessoas tem em parcelar seus débitos de energia elétrica.
Ainda sobre energia, Netto falou sobre a contribuição de iluminação pública, que precisa ser revista, para que haja uma redução, pois algumas empresas e estabelecimentos pagam valores muito altos.

– O vereador Bernardo Santiago fez um relato de sua viagem no final de semana, para a região da Ilha do Soriano, onde participou de festejos promovidos por igrejas evangélicas. Ele parabenizou os pastores pelo belo trabalho social realizado naquela região.

– O vereador Bosco Rodrigues destacou que fica triste em ver a demora para que a ponte do Jardim Adriana seja feita. Disse que o prefeito Peixoto está deixando a desejar no trabalho em prol da população.
Bosco adiantou que vai buscar ajuda das madeireiras e outros empresários, a fim de conseguir os materiais necessários, para a construção da ponte e, dessa forma, espera que o prefeito pelo menos ajude com a mão de obra, dos funcionários da prefeitura.
Depois ele apresentou um reportagem feita no local, oportunidade em que mostrou as imagens da calamidade que se encontra aquilo que era uma ponte.
Falou ainda que será realizada audiência pública no dia 26 de novembro de 2018, as 10h, a fim de buscar informações dos motivos da não conclusão das obras da Rua Borba.
Bosco ressaltou que não fica feliz e nem gostaria de estar fazendo essas denúncias e reclamações, mas não pode se furtar ao seu papel de vereador e defensor do público, que vai falar e denunciar quantas vezes forem necessárias.

– O vereador Gutemberg Brito disse que já está ficando cansativo, todas as sessões com várias reclamações e denúncias contra a Prefeitura e nada de solução.
Falou de bebedouros enferrujados e disse que gostaria que o prefeito pudesse beber água nesses locais. Ele pediu para que prefeito Peixoto faça alguma coisa, a fim de merecer elogios.
Lembrou que sempre se declarou oposição desde o ano passado. Relatou que recentemente ouviu de uma pessoa que o ajudou a se eleger, que estava decepcionado, pois esperava que o vereador pudesse fazer algo por ele, no sentido de conseguir emprego. Gutemberg pediu desculpas, mas disse que nunca prometeu emprego, pois sabia que, a partir do momento que um vereador aceita cargos para ajudar os amigos, ele fica sem força para criticar ou reivindicar, por isso ele espera não mudar de postura e que suas reclamações ou denúncias não são levianas, antes de tudo procura se inteirar dos fatos.

– A vereador Cheila Moreira sugeriu que a Câmara comece a trabalhar com documentos, quando fizer uma denúncia ou reclamação, para que seja encaminhada e direcionada aos setores responsáveis.
Depois disse que tornou pública a sua candidatura à Presidência da Câmara, que as pessoas querem saber e tem dado apoio, entretanto, ela tem dito que se trata de uma eleição interna e que apenas os vereadores podem votar.
Cheila fez questão de enfatizar que é candidata do Parlamento para o Parlamento e criticou aquilo que chamou de “forças ocultas”, que estão tentando interferir em algo que pertence apenas ao Parlamento, e ela não concorda com isso, porque essa eleição é da Câmara. Nosso papel aqui é trabalhar para a sociedade e não ser puxadinho do Executivo e de lugar nenhum.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe um Comentário

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios