Resumo da Sessão do dia 10 de Julho

Na sessão do dia 10 de julho de 2018, a tribuna cidadã foi ocupada pelo vice-presidente do Polo Moveleiro de Itacoatiara, Melquezedec da Silva Campos, que reclamou da falta de apoio da atual gestão municipal, em relação à classe dos moveleiros. Lamentou também que Bolsa Universidade não esteja sendo paga, pois, segundo ele, os estudantes precisam dessa ajuda financeira para continuar seus estudos. Melquezedec lembrou que na gestão passada recebia ajuda, que era pouca, entretanto estava melhor do que agora.

– O vereador Joanilson Mendes falou da votação do Projeto de doação do terreno para o IFAM, ressaltou que eles precisam de uma área maior. Segundo Joanilson, a Câmara tem que ajudar nessa questão, pois, assim o IFAM poderá colocar os alunos desenvolvendo atividades junto com os comunitários, inclusive na área econômica.

– O vereador Gutemberg Brito falou que a Câmara tem que chamar o prefeito e não os secretários, a fim de dar as explicações sobre os trabalhos da Prefeitura, para não acontecer como no Jardim Florestal, sobre o asfaltamento. Ressaltou que o caso da obra da Rua Borba, precisa ser realizada uma audiência pública, a fim de que sejam feitos todos os esclarecimentos.
Gutemberg revelou que foi até a Secretaria de Infraestrutura do Estado e lá foi dito a ele, que o asfalto para Itacoatiara vai demorar a chegar, pois o município não tem planejamento. Viriam uns 7 milhões, mas a prefeitura não enviou o projeto para vir esse valor.
Sobre a UPA, Gutemberg disse que foi entregue para nada, pois não resolve nada, nem funciona. Que o prefeito sentou na cadeira e esqueceu tudo. Ele lamenta que que o atual prefeito tenha sido um dos melhores vereadores, entretanto, está sendo o pior prefeito que existe. Um prefeito que se tornou um verdadeiro ditador.

– O vereador Richardson do Mutirão falou sobre a bolsa universitária, disse que o Governo Municipal abandonou os universitários. Ressaltou que os pais estão precisando vender seus bens, a fim de poder mandar dinheiro aos seus filhos em Manaus, para concluírem seus estudos.
Richardson disse ao Secretário de Infraestrutura do Município, Eduardo Bertoni, caso não tenha condições de resolver as coisas, que peça para sair. Nominou alguns bairros que estão precisando urgente de melhoria nas ruas. Ele lembrou que quando foi anunciado que os asfalto chegaria, correram para os bairros, para fazerem reunião e agora, que e o asfalto não vem, sumiram. Richardson comparou a cidade de Itacoatiara à Parintins, mencionando que o prefeito de lá esteve junto com o prefeito de Itacoatiara na Assembleia, no mês passado e que Parintins, além de ter conseguido mais recursos, investiu num Comitê apenas para cuidar das emendas parlamentares, lamentando que em Itacoatiara não tenha acontecido o mesmo.

O vereador Francisco Rosquilde disse que não vai para a tribuna fazer desabafo e sim decurso, pois, quando quer desabafar vai ao bar. Ressaltou que no Legislativo deve-se questionar e debater. Ele disse que está preocupado com o asfalto de Itacoatiara. Lembrou que não é à toa que Itacoatiara está abandonada, pois os governantes que passaram deixaram a situação assim, uns provisórios, e outros estão respondendo por isso.
Rosquilde falou que é preciso atentar que esse é o último mês para firmar contrato, por isso ele está preocupado.

– O vereador A. I. Netto mencionou a Portaria n°002 de 27 de Junho de 2018, relacionada à educação, com algumas leis que não estão sendo cumpridas, especialmente nas escolas. Falou também de algumas parcerias, como a da APAE e ainda sobre o papel dos profissionais e de outras problemáticas envolvendo alguns projetos de educação. Netto finalizou dizendo que o Concurso Público será uma das bandeiras principais de seu mandato e que as escolas precisam de melhorias, para um bom desenvolvimento do município.

– O vereador Arialdo Guimarães falou de alguns projetos de leis que não estão beneficiando o município, que apesar de não achar legal denegrir a imagem de alguns vereadores e do prefeito do município, mas, disse que a gestão atual está deixando muito a desejar, pois vários secretários não estão fazendo nada. Arialdo disse que o Secretário de Infraestrutura tem competência para desobstruir uma galeria de esgoto e citou o exemplo da Rua Adolfo Olímpio. Disse que, aquele que não estiver dando conta do seu trabalho, que seja demitido.
Arialdo ressaltou que os auxiliares do Prefeito, só contam aquilo que ele quer ouvir. Finalizou pedindo ao prefeito Peixoto que não administre com o coração e sim com a razão.

Fonte: CMI -> http://cmi.am.gov.br/resumo-da-sessao-do-dia-10-de-julho/

Mostre mais

Deixe seu Comentário

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios