Política

Resumo da Sessão do Dia 06 de Novembro de 2018

– O vereador Ney Nobre disse que a tribuna é o local para o parlamentar denunciar, reivindicar e falar em favor do povo. Ele lembrou que tem abordado muito a respeito da situação precária da saúde no município. Disse que sentia o desprazer de constatar que os médicos estão com 4 meses de salários atrasados.
A Secretária diz que eu estou mal informado, que as coisas estão normal na saúde, mas não é verdade, porque pouca coisa está funcionando. Ambulâncias com pneus carecas, UBS do Arari e da Vila do Batista paradas. Ney disse que isso é falta de compromisso com a saúde da população.

– O vereador Francisco Rosquilde cumprimentou os moradores do assentamento Amazonino Mendes, que estavam presentes na galeria. Depois falou sobre a importância do planejamento como base para tudo, em todo e qualquer lugar. Que esse planejamento estaria faltando para o município.
Sobre a situação das comunidades do Rio Arari, Rosquilde lembrou do ex-prefeito Miron Fogaça que tinha planejamento para agir nesse período de seca, inclusive havia duas equipes para atender as pessoas na área da saúde.
Penso que está faltando a secretária de saúde fazer planejamento para atender as comunidades do Rio Arari.
Eu não sou oposição ao prefeito, tudo aquilo que falo aqui, primeiro falo lá para eles, mas parece que entra por um ouvido e sai pelo outro.

– O vereador Bernardo Santiago falou sobre a dificuldade de locomoção que os moradores do Rio Arari enfrentam nesse período de seca, que contam com as estradas do Mangueirinha e do Itaubal, entretanto, não estão em boas condições, principalmente a do Mangueirinha.
Sobre a saúde, disse que o fato de as UBS do Arari e da Vila do Batista estarem paradas, prejudica muito a vida dos comunitários.
Santiago também disse que é preciso que se dê mais atenção ao interior como um todo, Rio Arari, Região do Rio Urubu, Estradas vicinais, ilhas, etc. se na cidade já está ruim, imagine no interior, disse Santiago.

– O vereador Gutemberg Brito fez um suspense ao elogiar a administração petista do município por várias coisas conquistadas, durante a marcha dos prefeitos em Brasília. Entretanto, depois ele esclareceu que se tratava da administração municipal do PT de Urucurituba, pois o prefeito de Itacoatiara nem sequer foi ao encontro, afinal, não iria conseguir nada mesmo, pois Itacoatiara está há 2 anos com o nome sujo no Cadastro Único de Convênios – CAUC, o que impossibilita o município de fazer convênios ou receber certos tipos de recursos federais.
Gutemberg disse que o prefeito Peixoto, na campanha de 2016, foi um verdadeiro vendedor de ilusões, quando foi bater de porta em porta pedindo uma nova chance para governar Itacoatiara. O Vereador sugeriu ao prefeito Peixoto a Renúncia, caso se sinta incapaz de administrar o município. Pediu para colocar-se no lugar dos médicos que estão com 4 meses de salários atrasados.
Gutemberg comparou atualmente a prefeitura de Itacoatiara com a “casa da mãe Joana”, pois, não se sabe quem manda. Finalizou aconselhando o Prefeito a ouvir seus aliados e fazer uma reforma administrativa.

– O vereador Arialdo Guimarães, após citar o discurso de seus antecessores, lembrou de um ensinamento de seu saudoso pai Antonio da Feira, que dizia que na vida parlamentar você deve fazer o melhor para o povo e quando um político faz algo, não está fazendo nenhum favor.
Depois, Arialdo citou alguns de seus projetos aprovados, como: a tarifa social da água; eleição direta para diretores das escolas municipais, a fim de terem mais autonomia; regulamentação dos Mototaxistas; plano de saúde para funcionários da Prefeitura e da Câmara, dentre outros.
Finalizou lamentando que os médicos estejam com os salários atrasados.

– O vereador Alcimar Filho referiu-se aos discursos de seus antecessores e os parabenizou por defenderem os interesses da população. Destacou aquilo que o vereador Gutemberg falou sobre a situação do município está inadimplente no CAUC.
Criticou a Comissão Municipal de Licitação, que não consegue fazer o processo com começo, meio e fim.
Lamentou que os vereadores sejam culpados ou criticados por atribuições que são de responsabilidade do Prefeito.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios