Política

Resumo da Sessão do Dia 05 de Novembro de 2018

– O vereador Ney Nobre relatou que nas várias visitas que tem feito à zona rural, viu a precariedade de muitas escolas que precisam urgente de reformas. Disse que seria interessante que houvesse uma Secretaria para resolver essa situação. Ney adiantou que nesse dia 06 de novembro iria à Secretaria de Municipal de Educação – SEMED, a fim de falar sobre o assunto, pois há relatos de comunitários informando que pessoas da SEMED, teriam dito que isso não é de responsabilidade deles.
Ney criticou a Secretaria de Saúde pela desativação de alguns serviços importantes da saúde no interior. Citou o caso de Novo Remanso, que agora as mulheres tem que vir a Itacoatiara, para ter bebê. Ele disse que gostaria muito que a saúde fosse levado a sério no Município, pois a Secretária sempre diz que está tudo bem, mas sabemos que não é verdade.
Ney Nobre ainda falou da situação das UBS da região do Rio Arari, que não estão funcionando. Depois finalizou fazendo um alerta ao prefeito Antonio Peixoto, que observe seu secretariado, a fim de ver quem realmente está contribuindo com a administração.

– O vereador A. I. Netto lembrou que nesse dia 05 de novembro é o dia do técnico agrícola e parabenizou todos os colegas pela data. Depois, disse que durante a eleição não estava apoiando o candidato Wilson e sim o governador Amazonino Mendes, entretanto, fazia questão de parabenizar o governador eleito Wilson Lima.
Sobre o boato que se falou, de que as máquinas do serviço de asfaltamento e tapa buracos iriam embora, Netto disse que não é verdade, pois há um contrato a ser cumprido e, portanto, os trabalhos vão continuar.
Depois Netto falou sobre o Programa Luz Para Todos, destacando que, enquanto ainda houver comunidades sem acesso ao Programa, ele não estará completo em Itacoatiara, que vai continuar lutando por isso, pois, não acha justo que vários comunitários fiquem sem acesso ao serviço.

– O vereador Richardson do Mutirão ressaltou que o atendimento nas UBS está deixando a desejar, pois, se os postos não estiverem funcionando bem, com certeza o Hospital vai ficar lotado. Criticou a Secretaria de Saúde, que se acha dona da situação e não sabe receber opiniões. Richardson disse que assim fica difícil, por isso, está na hora de sacudir a saúde de Itacoatiara.
Reclamou da falta de ar condicionado nos Postos de Saúde, como no caso do Mutirão. Indagou até quando o prefeito Peixoto vai ficar na mesmice. Denunciou que os médicos já vão para quatro meses sem receber. Será que essa secretária não consegue sair do seu gabinete para ver o que está faltando, perguntou o vereador.

– O vereador presidente Bosco Rodrigues, sobre a questão da saúde, afirmou que a culpa pode até ser da Secretária de Saúde, entretanto, destacou que o maior culpado é o prefeito Antonio Peixoto, porque ele é o responsável pela Secretária.
A respeito das obras do Governo do Estado, que seu colega A. I. Netto garantiu que não vão parar, Bosco disse ainda bem, pois, são as únicas coisas que estão acontecendo no município, caso contrário, Itacoatiara ficaria sem nada, pois está abandonada pela Prefeitura. O serviço de limpeza está com o pagamento atrasado, os médicos estão com o pagamento atrasado, etc.
Adiantou que está apresentando requerimento para a realização de audiência pública, para tratar sobre a situação da obra inacabada da Rua Borba.
Além disso, vai pedir audiência pública para que o Secretário de Abastecimento diga o que está sendo feito, pelo setor primário e quais as ações e projeto previstos para 2019. Bosco disse que a Secretaria de Abastecimento está incompleta. Disse que o prefeito Peixoto, que veio do setor primário, poderia dar uma atenção especial para essa área, mas, não faz.
Bosco disse também que vai, junto com os demais vereadores, fazer visita ao SAAE, a fim de verificar sobre os procedimentos de tratamento d’água, pois há muitas reclamações sobre a qualidade da água servida em Itacoatiara.

– O vereador Gutemberg Brito disse que depois de ouvir o pronunciamento de seus colegas, gostaria de lançar um desafio: saber qual o setor da prefeitura está funcionando, porque, parece que o prefeito Peixoto abandonou a cidade, pois está sem sentido e como casa sem dono, afinal, até a mais simples informação que se pede, não tem respostas.
Gutemberg disse que não dá para a prefeitura fazer nada, porque não sobra nada, pois a folha de pagamento, a prefeitura está inchada de funcionários.
Disse que o prefeito Peixoto precisa para de contar histórias e passar a governar o município.

– O vereador Arialdo Guimarães destacou que também está preocupado com a situação da Rua Borba, entretanto, relembrou que sempre falou que o município não tem condições orçamentaria para asfaltar ruas, que para isso dever recorrer ao Estado ou à União.
Reiterou que os vereadores são muito criticados pelas redes sociais, afirmando que não fazem nada ou não se posicionam em favor do povo. Só que não é verdade, pois reivindicamos, gritamos, apresentamos requerimentos, mas nem sempre somos atendidos pelo Poder Executivo.

– O vereador Francisco Rosquilde anunciou a realização da Festa de Cristo Rei, padroeiro do Bairro do Jauary e também a realização do campeonato de futebol do Jauary. Rosquilde disse que até agora não está tendo o apoio da Prefeitura, entretanto, espera que o prefeito Peixoto possa apoiar esse evento que tem um fim social muito relevante.
Ele criticou o Juiz Sérgio Moro, que aceitou o convite para ser ministro, o que, segundo ele, comprova que prejudicou o ex-presidente Lula para beneficiar Bolsonaro.
Depois fez duras críticas ao prefeito Antonio Peixoto, disse que faz as críticas porque quer que as coisas possam dar certo.
Citou o caso de uma catador de lixo que está sendo injustiçado pelo secretário municipal de Meio Ambiente. Lamentou que atitudes como essa possam vir de um governo que ele faz parte.
Concordou que o setor primário está abandonado e finalizou dizendo que gostaria de ver pelo menos 20 por cento, daquilo que está no plano de governo, sendo posto em execução. Mas, nada está sedo realizado.
– O vereador Joanilson Mendes fez questão de mostrar um álbum seriado feito pelos alunos do ensino fundamental do Educandário Batista de Itacoatiara, crianças de 9 a 10 anos de idade, abordando sobre os problemas existentes em nosso município.
Joanilson destacou que essas crianças, mesmo não tendo noção de políticas públicas, conseguiram identificar problemas na saúde, educação, infraestrutura, etc. então, ele questionou, por que os secretários não conseguem ver nada disso.
Criticou setores como o de licitação, que nunca consegue fazer um processo em tempo hábil, com isso causa vários problemas para a cidade.
Sobre essa onda de postar nas redes sociais sobre ser resistência, Joanilson disse que resistência e persistência é o que fazem os trabalhadores, da região do Arari, que acordam as 3 da manhã e andam a pé mais de 3 horas, para chegar às margens do Rio Amazonas, a fim de pegar uma condução e vir para a cidade vender seus produtos. Quando chegam aqui, ainda enfrentam as dificuldades de não ter um local adequado para embarque e desembarque. Isso sim é resistência e não essas postagens no Face ou no Whats App.
Finalizou dizendo que é preciso que seja dada mais atenção aos meios de escoação da produção e aos postos de saúde do interior. Pois, muitas vezes, eles só vem para a cidade porque não há os serviços básicos em suas comunidades.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios