Resumo da Sessão do Dia 03 de Julho

Na sessão do dia 03 de julho de 2018, o vereador Joanilson Mendes fez referência a inauguração do IFAM, que está programada para o próximo final de semana, inclusive com a presença do Ministro de Estado da Educação. Joanilson destacou que o IFAM e outras instituições se instalaram em Itacoatiara para ajudar nossos jovens a melhorar seu intelecto.
O Vereador adiantou que vai aproveitar a oportunidade para reivindicar o asfaltamento da Estrada da Penha. Disse que não se pode mais aceitar a desculpa que não há dinheiro, pois, sabe-se que pode sim, ser feito tal obra com recursos do Estado ou do Governo Federal.
Joanilson lembrou que já está na Câmara um projeto do Prefeito, para a doação de uma área de terras para o IFAM, que fica nas proximidades. Ele adiantou que vai votar favorável, pois, entende que o IFAM vai fazer bom uso da área, com trabalhos e pesquisas dos mais de 700 alunos atendidos, atualmente, pela Instituição.

– O vereador Francisco Rosquilde protestou contra uma construção que está sendo feita, por comerciantes, na Praça de Nossa Senhora de Nazaré. Disse que é um absurdo, que vai lutar para resgatar o respeito pela coisa pública. Disse que vai falar com o secretário municipal de infraestrutura, Eduardo Bertoni, para suspender a obra, que segundo Ele, não tem nenhum projeto básico e que não embeleza em nada a paisagem, pelo contrário, agride a história de Itacoatiara.
Rosquilde falou ainda sobre a polêmica envolvendo a possível reforma do mercado do Bairro do Jauary, ele reiterou o que já havia falado na audiência pública, que é possível fazer a reforma com 30 mil reais, inclusive que já fez um levantamento de custos. Rosquilde desafiou o prefeito Peixoto a contratá-lo para fazer a obra, disse ainda que seria capaz de completar o valor com 5 mil reais, caso ultrapasse o previsto.

– O vereador Neguinho da Z-13 alertou que, mesmo o mercado do Jauary estando desativado, há pessoas lotadas na folha de pagamento do mercado, recebendo salários, como se estivessem trabalhando, inclusive vigias. Reforçou o discurso do seu colega Francisco Rosquilde, lembrando que a Prefeitura tem funcionários como pedreiros, carpinteiros, que poderiam trabalhar na obra, barateando os custos. Também reiterou o que já havia falado o vereador Rosquilde, que o galpão da sede da Z-13 custou 25 mil reais.
Neguinho aproveitou para agradecer ao comparecimento de todas as pessoas que foram à festa realizada pela Z-13, no último final de semana, que, segundo ele, foi um sucesso, pois transcorreu em ordem e em paz.
Sobre a preservação dos espaços públicos, Neguinho disse que concorda com o seu colega vereador Rosquilde.

– O vereador Bernardo Santiago destacou as várias festas evangélicas que foram realizadas no último final de semana na região do Rio Arari, sobretudo nas comunidades do Batista e Itaubal.
Falou da reunião que foi realizada pela AMAZONASTUR, tratando sobre o potencial turístico de Itacoatiara, durante esse dia 03 de julho de 2018, onde ele pode participar por um período e percebeu que a Secretaria de Turismo do Município está acordando para o grande potencial que temos para o turismo.
Bernardo disse que é preciso explorar as belezas do Rio Urubu, da Cachoeira de Lindóia e do Rio Arari.
Ele falou ainda do setor primário, que precisa ser valorizado e incentivado e que os agricultores tem que diversificar seus plantios, cultivando outras culturas, além de mandioca, para que a gente deixe de comprar de outros Estados, aquilo que poderíamos produzir aqui mesmo.

– O vereador Bosco Rodrigues destacou que fica triste com o descaso que é tratado o setor primário, principalmente pelo Governo do Estado. Ele disse que não adianta apenas a distribuição de implementos agrícolas. É preciso que se invista em assistência técnica, em projetos de desenvolvimento.
Questionou: como que o produtor vai plantar, se na hora que começarem a aparecer os problemas ele não tem a quem recorrer para buscar uma orientação.
Além disso, Bosco falou dos ramais e estradas vicinais que precisam de asfaltamento para facilitar o escoamento da produção.
Aproveitou e abordou sobre a importância da efetivação do projeto do manejo sustentável do jacaré.
Falou também do programa Luz para todos, que não foi feito de forma completa, que, em muitas comunidades, várias famílias ficaram sem serem contempladas, como em uma comunidade no Canaçari, onde 37 famílias não foram atendidas. Bosco disse que ele e a Câmara vão lutar pela população, pois o programa LUZ PARA TODOS, TEM QUE SER PARA TODOS, E NÃO PARA ALGUNS.

Fonte: CMI -> http://cmi.am.gov.br/resumo-da-sessao-do-dia-03-de-julho/

Mostre mais

Deixe seu Comentário

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios