Parintins

Presidente do Conselho de Arte do Caprichoso avalia segunda noite do boi

Ericky Nakanome, a mente por trás da concepção artística do Caprichoso, adentrou na arena nesta segunda noite de apresentação durante a canção “Armadura de Fé” e levou São Jorge – também conhecido como Ogum e Oxóssi– para abençoar os artistas e torcedores do Touro Negro. Neste sábado (29), o boi da Francesa abriu as apresentações no Bumbódromo.

“Hoje, uma noite em que o Caprichoso denomina “No braseiro da fé, esperança é minha luz”, eu não poderia deixar de participar, já que para a construção de todo esse espetáculo nós recorremos a Jesus, à Nossa Senhora, aos Orixás, aos Encantados, a tudo aquilo que o povo brasileiro busca como fortaleza para resistir, para continuar e para realizar seus sonhos, o nosso no caso é o tricampeonato”, diz.

O presidente do Conselho de Artes avaliou positivamente a segunda noite do Festival e contou que tudo saiu conforme o planejado. O único contratempo foi a fantasia da cunhã-poranga Marciele Albuquerque, que se soltou enquanto ela evoluía. Nakanome diz que a apresentação foi tão bem planejada que até sobrou tempo para brincar.

Foto: Divulgação Boi Caprichoso

A melhor noite do boi azulado, entretanto, será amanhã, segundo o artista. Ele promete um encerramento memorável.

Foto: Divulgação Boi Caprichoso

“Amanhã temos um boi que vem com a ousadia de Juarez Lima, que vem com a abertura totalmente diferente das linguagens tradicionais no boi bumbá, amanhã nós vamos vir com a qualidade estética e de pintura de artistas como Neizinho, a pintura e florescência de Jeremias Pantoja, ou seja, o Caprichoso tem um naipe de artistas e vai vir coberto com o manto da nossa matriarca, Nossa Senhora do Carmo, que será nossa exaltação folclórica de amanhã”, revela.

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe um Comentário

Fechar
%d blogueiros gostam disto: