Parintins

Presidente do Conselho de Arte do Caprichoso avalia segunda noite do boi

Ericky Nakanome, a mente por trás da concepção artística do Caprichoso, adentrou na arena nesta segunda noite de apresentação durante a canção “Armadura de Fé” e levou São Jorge – também conhecido como Ogum e Oxóssi– para abençoar os artistas e torcedores do Touro Negro. Neste sábado (29), o boi da Francesa abriu as apresentações no Bumbódromo.

“Hoje, uma noite em que o Caprichoso denomina “No braseiro da fé, esperança é minha luz”, eu não poderia deixar de participar, já que para a construção de todo esse espetáculo nós recorremos a Jesus, à Nossa Senhora, aos Orixás, aos Encantados, a tudo aquilo que o povo brasileiro busca como fortaleza para resistir, para continuar e para realizar seus sonhos, o nosso no caso é o tricampeonato”, diz.

O presidente do Conselho de Artes avaliou positivamente a segunda noite do Festival e contou que tudo saiu conforme o planejado. O único contratempo foi a fantasia da cunhã-poranga Marciele Albuquerque, que se soltou enquanto ela evoluía. Nakanome diz que a apresentação foi tão bem planejada que até sobrou tempo para brincar.

Foto: Divulgação Boi Caprichoso

A melhor noite do boi azulado, entretanto, será amanhã, segundo o artista. Ele promete um encerramento memorável.

Foto: Divulgação Boi Caprichoso

“Amanhã temos um boi que vem com a ousadia de Juarez Lima, que vem com a abertura totalmente diferente das linguagens tradicionais no boi bumbá, amanhã nós vamos vir com a qualidade estética e de pintura de artistas como Neizinho, a pintura e florescência de Jeremias Pantoja, ou seja, o Caprichoso tem um naipe de artistas e vai vir coberto com o manto da nossa matriarca, Nossa Senhora do Carmo, que será nossa exaltação folclórica de amanhã”, revela.

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe um Comentário

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios