Cidades

Prefeitura de Itacoatiara divulga balanço dos trabalhos durante todo o ano de 2018

O ano de 2018 foi de muitos desafios e muito trabalho para administração municipal. Em diversos setores obtivemos avanços significativos e visivel em benefício do povo.

• SAÚDE EM PRIMEIRO LUGAR.

Na saúde alcançamos metas durante as campanhas de vacinação, inauguramos a Unidade Básica de Saúde Bernardino Dessimone, A Unidade de Pronto Atendimento – UPA, reformamos a Unidade Básica de Saúde da Vila do Remanso, concluímos as obras da Unidade Básica de Saúde da Vila do Engenho, ampliamos e dobramos o número de atendimentos na Atenção Básica na cidade e na zona rural. Além de realizarmos atendimentos com médicos especialistas para homens e mulheres durante as campanhas outubro rosa e novembro azul.

• EDUCAÇÃO DE QUALIDADE RECONHECIDA.

No campo da educação ganhando destaque nas conquistas para formação e capacitação dos nossos jovens tivemos a entrega da nova sede própria do IFAM, entrega e inauguração da escola de tempo integral – CETI, fomos 01 dos 03 municípios Amazonenses aprovados para instalação do curso superior de medicina. Já na rede municipal, no Atlas da Eficiência da Gestão Municipal da Educação, que compara a gestão pública entre municípios de um mesmo estado, traduzindo-a em números e permitindo verificar quais são mais ou menos eficientes em diferentes setores. No caso da Educação, foram observados critérios como valor investido por aluno, retenção escolar, aprovação e proficiência, entre outros. Das 62 cidades do estado com dados disponíveis e analisadas no estudo, Itacoatiara ganhou destaque entre os melhores desempenhos na gestão educacional e ocupa atualmente a 2ª posição no ranking de eficiência no Amazonas.

• ITACOATIARA, NOSSA CIDADE CANÇÃO.

Outro ponto forte da gestão, foi o resgate das festas culturais na Velha Serpa. No ano de 2018, apesar de todas as dificuldades, a prefeitura não mediu esforços para realização do carnaval, aniversário da cidade que teve seus festejos iniciados na zona rural, comunidade São Pedro de Iracema, e seu encerramento com 04 dias de festa na quadra da Matriz. Além de Feira do Abacaxi – Vila de Novo Remanso, Festival Folclórico e o grande Festival da Canção de Itacoatiara. Eventos que já são tradicionais no calendário da Velha Serpa, que geram renda e movimentam a economia local.

• INFRAESTRTURA MULTIPLICADA COM PARCERIAS.

Um dos grandes alcances da Prefeitura de Itacoatiara no ano de 2018, foi a construção de parcerias que levaram, de forma imediata, BENEFICIOS DEMANDAS PELA POPULAÇÃO. Um deles, com o Governo do Estado, garantiu uma substancial ação na malha viária, incluindo a pavimentação asfáltica de ruas que nunca haviam recebido uma pá de breu. Operação tapa buraco e recapeamento, processo que terá continuidade com a proposta de manutenção da parceria e com as tréguas do período chuvoso.

A Prefeitura investiu na logística de produção de alimentos, recuperando ramais com recursos próprios, melhorando outros e dando trafegabilidade satisfatória para o escoamento da produção, mesmo com as chuvas, para diversas comunidades.

Para o prefeito Antônio Peixoto não basta aplicar com priorização cada centavo do orçamento municipal, mas também buscar recursos em todas as esferas de Governo, com o fez em 2018 e conjunto à iniciativa privada, mostrando que Itacoatiara é um forte potencial de desenvolvimento, com garantias de politicas públicas claras.

O Centro de Eventos, por exemplo, está recebendo, nesta linha direta de apoio com o Governo do Estado, reforma em toda a sua estrutura, com adaptações a funções ecléticas , culturais e sociais, para se transformar num verdadeiro centro de projeção da arte popular de Itacoatiara, mostrando as raízes de sua história na concepção do turismo como fonte econômica de renda pela geração de oportunidades de trabalho.

Abrindo janelas da cidadania a Prefeitura conseguiu, também com a parceria do Governo do Estado, a implantação do Pronto Atendimento ao Cidadão – PAC, localizado em área nobre da cidade, oferecendo conforto, agilidade e comodidade para as pessoas.
Todos os documentos pessoais e profissionais podem ser acessados no PAC, como a carteira de Identidade, a Carteira do Trabalho, primeira e segundas vias, cadastro para o emprego, habilitação ao Seguro Desemprego e acesso a vagas ao mercado de trabalho, além de caminhos, com orientação direta ao mercado informal, incluindo o alcance de financiamentos orientados.

• OS PASSOS DA ZONA FRANCA EM ITACOATIARA.

O inicio dos trabalhos para a implementação operacional da Zona Franca de Manaus, nos limites de 1250 quilômetros quadrados no município de Itacoatiara, foi determinado pela identificação do prefeito Antônio Peixoto, observando o mapa geográfico e descobrindo que a área está inserida no Decreto 288 de fevereiro de 1967, mas, com 51 anos de funcionamento, nunca foi colocado em prática.

Percebendo o potencial econômico para o município, atraindo investidores e gerando emprego e renda, o prefeito Peixoto reuniu-se com o alto escalão da Suframa, que confirmou o direito de parte do município – de Rio Preto da Eva até Lindoia- aos incentivos amplos e absolutos, iniciando imediatamente os entendimentos para a implantação de toda a estrutura e logística no município, abrindo as janelas de um novo ciclo econômico local.
O primeiro passo do prefeito foi realizar um ciclo de informações para todos os segmentos do município, com a presença de técnicos e do superintendente Appio Tolentino, fazendo palestras técnicas para a equipe da Prefeitura para o universo politico e para empresários e organizando curso didáticos sobre a contabilidade suframada, que coloca os interessados na porta de entrada deste novo mundo de investimentos.

Para a Zona Franca de Manaus o inicio das atividades em Itacoatiara representa o ciclo do beneficiamento e industrialização da fruticultura, representados no município, em cadeia produtiva, do abacaxi e do cupuaçu, que foi projetado inicialmente para o Distrito Agropecuário, localizado em Rio Preto da Eva, mas sem os avanços projetados.

Para o município de Itacoatiara é o aviso para a oportunidade de grandes investimentos estruturantes, alguns já planejados como o porto privado em Novo Remanso, o Plano Diretor local e a implantação de um Distrito Industrial e Agroindustrial que, somados ao porto público já construído, ao reabaixamento do Linhão, cria expectativas da afirmação do modelo Zona Franca pela primeira vez fora dos limites da cidade de Manaus.

O prefeito Antônio Peixoto comemorou a conquista da Zona Franca em Itacoatiara como um marco para o município, sendo o primeiro grande momento econômico, de base estável e continua, depois da falência do sistema madeireiro que se extinguiu sem deixar legado ou resultados sociais.

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe um Comentário

Fechar
%d blogueiros gostam disto: