Porto de Itacoatiara, o maior do Amazonas, será inaugurado no sábado

Instalação Portuária Pública custou R$ 66 milhões e tem capacidade para atracação de navios de 35 mil toneladas

Itacoatiara/AM: O ministro dos Transportes, Valter Casimiro, vai inaugurar neste sábado, 16 de junho, o maior porto do interior do Amazonas, a IP4 (Instalação Portuária Pública de Pequeno Porte) de Itacoatiara, município na região metropolitana de Manaus, a terceira cidade mais populosa do Amazonas, com 100 mil habitantes. Esta é a terceira inauguração de IP4 neste mês. As outras foram as de Nhamundá, no dia 1º, e de Tefé, no último sábado, 9. Com a inauguração deste sábado, já são 47 unidades de pequeno porte entregues, distribuídas em municípios do Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima.

“A implantação das IP4 no Norte do país é uma das maiores prioridades do DNIT. A construção desses terminais resgata a dignidade da população onde os rios são as estradas, que não existem na região”, afirma o ministro dos Transportes, Valter Casimiro, acrescentando que vai concluir as instalações em obras e as que estão em fase de planejamento, além de ampliar os terminais já existentes.

O Ministério dos Transportes criou o programa das IP4, também conhecidas como portinhos, para proporcionar conforto e segurança à vida dos ribeirinhos, que até então se equilibravam em ripas improvisadas em pontes ligando a margem dos rios aos barcos no sobe e desce das vazantes. Instituídos em fevereiro de 2015 pela Portaria Interministerial nº 24 para estruturar os terminais portuários improvisados, as IP4 foram construídas partindo do zero ou melhoradas quando já existia uma estrutura precária.

Adaptados à realidade da região, eles flutuam conforme os períodos da cheia e da seca dos rios que acontecem todos os anos e impactam diretamente a população. As instalações são móveis, feitas para acompanharem as vazantes e as cheias. Nos dois períodos, os portos flutuantes deixam a margem dos rios e os barcos no mesmo nível, facilitando a travessia das pessoas que antes precisavam fazer malabarismos impossíveis para idosos ou doentes, um risco para as crianças e um serviço pesado para quem transportava mercadorias.

Foto: Ademar Marques

ITACOATIARA – Com o investimento de R$ 66,1 milhões, a IP4 de Itacoatiara tem capacidade para atracação de navios até 35 mil toneladas. Ela conta com uma ponte de acesso ao cais flutuante de 90 metros, uma rampa de concreto armado com 128 metros de comprimento para atracação simultânea de duas balsas de médio a grande porte, além de um pátio de cargas de 13.950 m² para 5 mil contêineres e amplo estacionamento para veículos, caminhões, carretas e bitrens. O portinho tem ainda uma área de 370 m² de terminal de passageiros, um complexo frigorífico de 120 m² com capacidade produção de 10 toneladas/dia de gelo e de armazenamento de 30 toneladas, além de um armazém de cargas com 172 m².

NHAMUDÁ – Na sexta-feira, 1º de junho, o DNIT inaugurou as obras da IP4 de Nhamundá, município do Baixo Amazonas, com 21 mil habitantes, localizado a 660 quilômetros de Manaus. Foram investidos R$ 3,7 milhões nas obras. O novo porto tem cais flutuante de 52 metros para atracação de embarcações de pequeno e médio portes, uma ponte metálica móvel de 23 metros de comprimento, terminal de embarque e desembarque de passageiros com área de 448 metros quadrados, em dois pavimentos, além de uma rampa de concreto de 60 metros de comprimento e abrigo coberto para passageiros de 58 metros quadrados.

TEFÉ – O portinho é formado por uma ponte metálica de 14,5 metros de comprimento com passarela lateral de pedestres, que levam a um cais flutuante de 30 metros de comprimento para a atracação das embarcações. O terminal para embarque e desembarque de passageiros tem 340 metros quadrados e ainda conta com um armazém de cargas de 110 metros quadrados e estacionamento para motocicletas, veículos leves e pesados. O investimento total da obra foi de R$ 9,5 milhões.

Fonte: Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe seu Comentário

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios