Curiosidade

Fumaça de incêndios na Austrália é vista do espaço

Os incêndios florestais que queimam a Austrália já mataram dezenas de pessoas nas últimas semanas, devastaram florestas e mataram bilhões de animais, e a fumaça que se espalha pelo mundo já foi detectada do espaço. Em uma série de tweets, o astronauta italiano e comandante da Estação Espacial Internacional, Luca Parmitano, publicou as imagens que mostram os efeitos ambientais das queimadas que já se espalha por cidades australianas como Adelaide, Canberra, Melbourbe e Sydney.

A NASA está rastreando a fumaça que está se espalhando pelo mundo e Parmitano a viu com facilidade do espaço. “Uma imensa nuvem de cinzas cobre a Austrália enquanto voamos em direção ao pôr do sol”, disse em um tweet que também mostra a espessa nuvem de poeira e fumaça que cobre o deserto e se espalha até o oceano.

Fonte: NASA

Em sua primeira missão espacial, a astronauta da NASA Christina Koch também detectou e compartilhou imagens que mostram a fumaça que atinge a Austrália. “Austrália. Nossos corações e pensamentos estão com você”, escreveu.

Segundo a declaração de Lisa Harvey-Smith, da Universidade de New South Wales, à ABC Austrália, a fumaça está subindo pelo menos a 17 quilômetros de altura e, com isso, ela pode “viajar relativamente desimpedida, acima da maior parte da atmosfera e do clima”.

Fonte: NASA

A NASA explica que as nuvens que nascem do fogo, como as australianas, têm o nome de pyrocumulonimbus e flammagenitus. “A formação de nuvens de pirocumulus exige que os fogos queimem com calor suficiente para criar uma corrente ascendente de ar superaquecido e em rápido crescimento. À medida que o ar quente se eleva e se espalha, ele esfria, fazendo com que o vapor de água se condense e forme nuvens. Em certas condições, correntes de ar poderosas podem criar nuvens que se elevam por vários quilômetros e se transformam em tempestades. As tempestades representam sérios riscos para os pilotos e bombeiros devido a turbulência poderosa”, afirma.

Fonte: NASA

De acordo com as autoridades australianas, pelo menos 28 pessoas morreram até o momento por causa dos incêndios.

Fonte: NASA

Colabore com o autor

Para enviar uma sugestão é necessário entrar com seu Facebook

Fonte: Mega Curioso

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe um Comentário

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
%d blogueiros gostam disto: