Esporte

Ceni festeja triunfo e justifica retorno ao Fortaleza: “Conhecia a índole, o caráter dos jogadores”

Na reestreia pelo Fortaleza, Ceni sorriu. Venceu o Botafogo na Arena Castelão, por 1 a 0, abraçou os jogadores após o apito final e foi bem recebido pela torcida. Nesta segunda-feira (30), o Leão colocou bolas na trave e mostrou uma outra postura na Série A do Brasileiro.Ceni Ceni justificou a vinda para o clube e disse que criou amizades em Fortaleza.

– O jogador joga pelo clube, pela família (não somente pelo treinador). Vejo que todos jogam em prol do Fortaleza com muito brilho nos olhos e com muita fome de vencer. Lá (no Rio de Janeiro), foi um jogo bem parelho. Eu não preciso falar muito para eles, porque já trabalhamos há 20 meses. Conheço a índole deles, o caráter. Tentei trabalhar com jogadores que eu já conhecia, como Osvaldo e Edinho. Eu só falei para eles que não é todo lugar que você cria uma amizade como aqui. Tivemos três, quatro bolas na trave. O resultado só saiu pelo que a gente criou.

No pós-jogo, por exemplo, o zagueiro Jackson comentou sobre a chegada do técnico: “Já está em casa” (assista abaixo). No Castelão, o zagueiro Marcelo marcou contra aos 15 minutos do segundo tempo. Com a vitória, o Leão do Pici chegou aos 25 pontos, na 13ª posição. Para Ceni, a luta em todas as rodadas é para se distanciar do Z-4 e conquistar o objetivo do ano: não cair.

– Tranquilo só vamos ficar se fugirmos do rebaixamento. Decisões têm acertos e erros. Eu já tinha decidido descansar. Ontem (domingo), era uma da manhã, depois de o presidente me ligar na sexta. Foi um sim por gratidão, é um risco muito grande para a minha carreira. Não seria o normal e nem o adequado, o ideal era ter dado continuidade aqui. Mesmo esgotado, vim. Não trabalharia em outro lugar que não fosse o Fortaleza até dezembro. Jogadores ligaram, mandaram mensagem. Fechei uma da manhã, comprei passagem às duas, embarquei às sete. Achei que, se eu não treinasse ontem (domingo), não comandaria. Um decisão bem difícil e importante. Sucesso ou não depende do resultado no final do ano.

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Fechar
Fechar