Cidades

CAT de Iranduba será revitalizado para melhorar atendimento ao turista e à população

A presidente da Amjeam, Cacilda Viana, disse que o CAT também abrigará a Central de Artesanato do Iranduba – Foto: Janailton Falcão

A Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) efetuou a entrega do Centro de Atendimento ao Turista (CAT) do município de Iranduba à Associação de Mulheres Jasmim do Estado do Amazonas (Amjeam). Na ocasião, foi assinado o Termo de Cessão de Uso do bem e o comprometimento, por parte da Associação, para que seja efetuada a revitalização do local e que o mesmo seja destinado a auxiliar o visitante com informações turísticas, além da própria população, que poderá utilizar diversos serviços.

Segundo a chefe de Departamento de Produtos e Projetos da Amazonastur, Mara Neumann, o CAT foi entregue ao município no ano de 2006 sob a responsabilidade da gestão municipal para atender os visitantes com informações turísticas. No entanto, o imóvel não estava mais cumprindo o objetivo para o qual foi destinado.

“A Associação Jasmim solicitou a responsabilidade do imóvel para funcionar como ponto de informações turística, exposição e venda do artesanato produzido pelas mulheres da associação. O CAT estava desativado e hoje servirá para que a população se qualifique e possa gerar renda na cidade. É muito importante que aparelhos públicos possam contribuir com a população e possam ser usados por eles”, ressaltou.

Segundo a presidente da Amjeam, Cacilda Viana, o CAT, além do atendimento ao turista e de realizar o trabalho de promoção e marketing do município também abrigará a Central de Artesanato do Iranduba.

“Temos várias comunidades que fazem trabalhos manuais e aqui eles terão espaço para a divulgação e a venda dos trabalhos. Atenderemos aos artesão das comunidades de Iranduba, Janauarí, Paricatuba, Ariaú e Acajatuba”, disse Cacilda.

No local, segundo ela, serão realizados cursos de formação profissional nas áreas ligadas ao turismo, como inglês, hotelaria e atendimento.

“Temos vários parceiros dentro da nossa entidade e vamos buscar esse apoio para colocar o CAT em funcionamento novamente, como a Amazonastur, a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e o Sistema Brasileiro de Serviço (Sebrae). Buscamos realizar nossas atividades com parceiros e fazer com que o centro seja referência para o estado”, assegurou.

Mobilização

A Amjeam está mobilizando outras instituições para garantir a reforma do local e começar a atender os turistas.

“Fizemos uma parceria com o Corpo de Bombeiros e na limpeza e na retirada dos entulhos. Também foi realizada uma feijoada para conseguir os recursos mínimos para algumas ações emergenciais que já estão sendo colocadas em prática”, revelou.

Turismo e combate à violência

A Associação de Mulheres Jasmim do Estado do Amazonas foi criada em 2011, com o objetivo de diminuir o índice de violência doméstica. Uma das ações que incentivam as mulheres a saírem da situação de violência física e psicológica é o trabalho com artesanato. A ação tinha como objetivo levantar a autoestima e proporcionar às vítimas uma renda para que elas pudessem sair da relação abusiva de seus companheiros. De acordo com a presidente da entidade, essa ação servirá de modelo para o novo CAT, já que os cursos de aprimoramento serão ligadas ao turismo. “Com o novo CAT, nossa principal mão de obra será o novo público-alvo, por meio da formação que elas vão receber, pois, assim, as mulheres melhorarão suas autoestimas e saíram da situação de vulnerabilidade. Com cursos de qualificação, essas mulheres têm a chance de se tornarem empreendedoras e conquistarem a independência financeira e também ajudarão no desenvolvimento do polo turístico de Iranduba”, afirmou a presidente.http://www.amazonastur.am.gov.br/cat-de-iranduba-sera-revitalizado-para-melhorar-atendimento-ao-turista-e-a-populacao/

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe um Comentário

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
%d blogueiros gostam disto: