CidadesEconomia

53 obras são retomadas com a expectativa de gerar mais de 10 mil empregos diretos e indiretos

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus (Seinfra), retoma, a partir de 1º de junho, a execução das 53 obras na capital e no interior. Essa retomada representa a geração de mais de 10 mil empregos diretos e indiretos, e investimento na ordem de R$ 386,3 milhões.

Os recursos estão distribuídos entre obras nas áreas de saúde, segurança, infraestrutura, saneamento e educação.

Além de movimentar a economia em todo o estado, o Governo do Amazonas também deve arrecadar pelo menos R$ 82.142.537,71 com o início, manutenção e retomada das obras no estado. No panorama de retorno das obras da Seinfra, estão as obras que irão entrar em licitação, as que já estão em contratação, as que estão aguardando assinatura da ordem de serviço, a continuação em ritmo normal das obras que foram tocadas timidamente durante a pandemia e as obras que retornarão com mais intensidade de execução no Estado.

A licitar – No plano de execução, destacam-se 15 obras a serem licitadas já com o projeto básico pronto e investimento de R$ 61.625.996,40. Desse total, oito são de infraestrutura, três da área de segurança, três de saneamento e uma de saúde. O destaque fica com os projetos de recuperação de um ramal no município de Careiro Castanho; dois ramais na Rodovia AM-070; e da recuperação da orla da cidade de Nhamundá.

Em contratação – Atualmente sete obras encontram-se em contratação, sendo cinco de infraestrutura e duas de segurança. O investimento é de R$ 21.975.347,79 para obras de manutenção das rodovias estaduais AM-328, AM-330, AM-363 e AM-451; e a recuperação de ramais nas cidades de Autazes e Iranduba.

Licitados – Nos projetos já licitados, mas ainda sem ordem de serviço, estão cinco obras com investimento de R$ 37.419.470,47. Todas são na área de infraestrutura e correspondem à conservação e manutenção de rodovias estaduais; estrada Coari-Itapéua; e recuperação dos sistemas viários dos municípios de Tefé e de Maués.

Continuidade – Durante o período de isolamento social decorrente da pandemia do Covid-19, a Seinfra prosseguiu com a execução de 21 obras, em sua maioria referente à recuperação de sistemas viários de municípios do interior, somando investimentos de R$ 73.261.511,96.

Retomada mais intensa – O grupo de obras que retorna com intensidade é referente à construção do Anel Viário de Humaitá, a duplicação da AM-070, que liga Manaus aos municípios de Iranduba, Novo Airão e Manacapuru; obras de implantação do Anel Sul e do Anel Leste, interligando o Distrito Industrial de Manaus ao Aeroporto Internacional Eduardo Gomes; e à recuperação de processos erosivos nas estradas de Itapiranga (AM-363) e de Silves (AM-330). O investimento é de R$ 192.096.586,56.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um Comentário

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios