Workshop apresenta técnicas de maracatu no Liceu Claudio Santoro

0
136

Na próxima segunda-feira (6/11), o Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro oferece uma oficina cultural sobre a história e a musicalidade do ritmo maracatu, em parceria com o grupo “Maracatu Eco da Sapopema”. Aberta ao público em geral, a oficina gratuita é realizada pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC).
O workshop acontecerá no Bloco C do Centro de Convenções Gilberto Mestrinho – Sambódromo, das 9h às 11h. Os interessados em participar devem se encaminhar com antecedência, no dia do evento, para a sala de regência do Liceu, no local. É necessária a idade mínima de 12 anos para participar.

Foto: Divulgação/ECO da Sapopema

A oficina abrange o conhecimento das influências do maracatu no contexto social e da sonoridade do ritmo afro-brasileiro, que teve origem no estado de Pernambuco e se difundiu pelo país. O encontro também tem a intenção de divulgar e expandir o maracatu na capital amazonense.

Os participantes serão ministrados pelo coordenador musical do “Maracatu Eco da Sapopema”, Caio Fábio da Silva, que também é aluno de percussão no Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro. Na ocasião, Caio irá demonstrar técnicas do “maracatu de baque virado” e as diferenças para o “baque solto”, atentando não somente para a musicalidade, mas também para a performance dançante.

Foto: Divulgação/ECO da Sapopema

Os presentes terão, ainda, a oportunidade de manusear o gonguê, alfaias, agbê, agogô e a caixa, que são instrumentos de percussão de origem africana característicos do ritmo.

Eco da Sapopema – O “Maracatu Eco de Sapopema” existe há 8 anos na cidade de Manaus e, desde a criação do grupo, realiza oficinas onde apresenta as técnicas de percussão do ritmo. Composto por 20 membros, o grupo participa de blocos e festivais voltados à música afro-brasileira, atuando como difusor cultural, principalmente do “maracatu de baque virado”.

Comentários

comentários

https://correiodaamazonia.com/workshop-apresenta-tecnicas-de-maracatu-no-liceu-claudio-santoro/

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta