Unidade Parintins do Liceu Claudio Santoro comemora quatro anos

0
64

Comemorando os quatro anos de atividades do Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro – Unidade Parintins, o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, inaugura as exposições “Tilheiros – Barcos de Parintins”, com fotografias de alunos do Liceu, e “Cotidiano de Parintins”, com pinturas do artista visual Evanil Maciel. As duas mostras, que contam com apoio da Agência Amazonense de Desenvolvimento Cultural (AADC), serão inauguradas nesta sexta-feira (15), às 19h, respectivamente nas Galerias Jair Mendes e Vandir Santos do Centro Cultural de Parintins – Bumbódromo.

“Tilheiros” reúne 33 fotografias, coloridas e em P&B, feitas pelos alunos do curso Noções de Fotografia do Liceu Claudio Santoro – Unidade Parintins entre março e julho deste ano, registrando o trabalho de artesãos navais do município. “Cotidiano de Parintins”, por sua vez, reúne 15 obras produzidas com a técnica de empaste sobre tela, retratando personagens, paisagens e cenas do dia a dia da Ilha Tupinambarana a partir do olhar de Evanil Maciel. As duas exibições têm curadoria de Jair Jacqmont.

Vendedor de camarãoFoto: Divulgação

As exibições na Galeria Jair Mendes revelam um pouco da arte hoje produzida no município amazonense, de acordo com o secretário de Cultura, Robério Braga. “As fotografias de ‘Tilheiros’ equilibram à perfeição o documental e o estético. Elas expressam não apenas a visão pessoal e artística, como ainda o talento promissor dos alunos do Liceu Claudio Santoro”, avalia o secretário.

Braga destaca ainda o caráter universal nos ‘instantâneos’ em forma de pintura de Evanil Maciel. “Quem fala de sua aldeia fala do mundo inteiro, já nos lembrou Leon Tolstói”, comenta ele. “Do pequeno cosmo de Parintins, a sua aldeia, o artista permite aos visitantes da mostra um vislumbre do universo humano”.

Mulher amassando tapioca/Foto: Divulgação

Tradição e cotidiano – Em “Tilheiros – Barcos de Parintins”, os alunos do Liceu Claudio Santoro – Unidade Parintins reúnem seus olhares sobre o trabalho realizado pelos artesãos navais nos tilheiros, onde são fabricadas embarcações regionais de pequeno, médio e grande porte. Os registros demonstram a permanência de técnicas, a temporalidade e a continuidade do aprendizado informal. O trabalho resulta de diálogo com o Centro de Estudos Superiores de Parintins – Universidade do Estado do Amazonas (CESP/UEA), mediante contato e acesso a pesquisa realizada pelo professor doutor Estevan Bartoli.

Além das fotografias, a mostra na Galeria Jair Mendes terá ainda elementos e objetos para tornar o espaço da galeria mais interativo, incluindo uma instalação aérea com barcos de papel, tipo dobradura (revistas e jornais) confeccionados pelos alunos do Núcleo de Artes Visuais, simulando as curvas dos rios.

Foto: Ane Karolline Divulgação

Com “Cotidiano de Parintins”, Evanil Maciel confirma a trajetória comum de sua identidade artística e seu local de origem. Nascido em Parintins, o artista autodidata se tornou uma referência para vários artistas e estudantes conterrâneos graças a sua vida dedicada às artes e à sua simplicidade.

“Tilheiros” e “Cotidiano de Parintins” são ambas exposições de longa duração, e ficarão em cartaz na Galeria Jair Mendes até 12 de maio de 2018, com visitação gratuita de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 11h e das 14h30 às 17h, e sábados, das 14h30 às 18h.

Foto: Eduardo Campos Divulgação

Formação artística em Parintins – O Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro – Unidade Parintins iniciou suas atividades em 16 de setembro de 2013, oferecendo à comunidade parintinense e aos municípios vizinhos (Nhamundá, Maués, Boa Vista do Ramo, Barreirinha e Urucará) cursos livres e regulares, cursos de capacitação e os espaços culturais para visitação.

Seu objetivo principal é estimular o estudo nas mais diversas manifestações artísticas, oferecendo a população parintinense sua integração à cultura local. O centro de formação fica localizado no Centro Cultural de Parintins – Bumbódromo e reúne biblioteca com acervo de mais de 10 mil títulos, galerias de artes, memoriais dos Bois Caprichoso e Garantido, cineclube, salas multimídia, instrumentoteca, espaço para o público infantil, entre outros ambientes.

Comentários

comentários

https://correiodaamazonia.com/unidade-parintins-do-liceu-claudio-santoro-comemora-quatro-anos/

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta