Com informações da assessoria / redacao@diarioam.com.br

Número de apreensões é 42% maior do que o total de veículos apreendidos no ano passado (Foto: Márcio James/Divulgação Semcom)

Manaus – Somente em junho, 173 veículos que faziam o serviço de transporte de passageiros de forma irregular foram apreendidos durante as operações de fiscalização de rotina realizadas, diariamente, por fiscais da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), em diferentes zonas da cidade.

Conforme o balanço, do total das apreensões realizadas no mês, 142 veículos faziam transporte clandestino em várias modalidades como escolar, táxi-frete, táxi, fretamento e o mototáxi. Desses, 109 eram motocicletas utilizadas de forma irregular no serviço de mototáxi.

As demais apreensões foram de veículos com problemas na documentação, sendo 13 táxis, nove micro-ônibus executivos, quatro micro-ônibus alternativos e cinco mototáxis.

Aumento da fiscalização

Os dados do mês de junho fecham o primeiro semestre de 2017 com um número de apreensões de 42% maior do que o total de veículos apreendidos no ano passado.

De janeiro a junho deste ano, a SMTU já apreendeu 1.187 veículos, com os mototáxi liderando o número, com 803 apreensões. Os táxis representam o segundo maior volume com 160 veículos recolhidos ao parqueamento, seguido das lotações clandestinas, com 75 apreensões, e os táxis fretes clandestinos, com 46 veículos.

“Os números são indicadores de que a Prefeitura de Manaus tem intensificado o trabalho de fiscalização nos serviços de transporte da cidade. Os fiscais estão diuturnamente nas ruas, além das operações serem realizadas em parceria com outros órgãos municipais e a polícia militar. O prefeito Arthur Virgílio Neto tem solicitado isso e a SMTU tem se empenhado em coibir as irregularidades”, destacou o superintendente da SMTU, Marcel Alexandre.

O post SMTU apreende mais 170 veículos de transporte irregular de passageiros apareceu primeiro em D24am.

Fonte: http://d24am.com/amazonas/smtu-apreende-mais-170-veiculos-de-transporte-irregular-de-passageiros/

SEM COMENTÁRIO

Deixe uma resposta