Robério Braga entrega a SEC com verbas e projetos em andamento

0
102

O advogado, procurador autárquico e agora ex-secretário de Cultura do Estado, Robério Braga, reuniu ontem (06) diretores, assessores e gerentes da Secretaria de Cultura para fazer a transição definitiva ao novo secretário Dermilson Novo.

Robério exerceu o cargo por mais de 20 anos. Na transição, ele apresentou todos os projetos em andamento, informações técnicas, de programação artística e cultural, orçamentárias, financeiras e de pessoal, mostrando, em detalhes, cada centro cultural, biblioteca, museus e especialmente os acervos que deixa na responsabilidade do novo gestor, um importante patrimônio do povo amazonense.

Foi tão minucioso que a reunião teve início pouco antes das 15hrs e foi encerrada apenas às 20hrs. Segundo Dermilson, serviu para que não haja descontinuidade ao receber o cargo das mãos de Robério.

Na transição, Robério Braga encerra duas décadas de trabalho à frente da Secretaria de Cultura.

Como esclareceu o ex-secretário, a secretaria de cultura, em parceria com a AADC, que é presidida pelo empresário Antônio Silva, deixa em depósito bancário, com recursos suficientes para vários eventos culturais, inclusive o funcionamento imediato do Liceu de Artes e ofícios na Zona Leste, do centro cultural Thiago de Mello onde estão mais de 700 alunos, com salas de dança, sala de leitura, aulas de música e teatro. Os recursos financeiros estão em conta bancária e devem atender um de atividade.

Robério deixa verbas de patrocínio da iniciativa privada da Ambev e Coca Cola, para eventos culturais e artísticos na capital e no interior. Ele explicou ao novo Secretário, que o mais o mais importante de tudo, é que, além de uma secretaria eficiente, moderna, atuante e respeitada pela sociedade, a nova administração recebe um patrimônio incalculável nas bibliotecas, museus e centros culturais sendo que o maior patrimônio é o corpo de funcionários da Secretaria.

A reunião encerrou com boas expectativas entre os funcionários. A mensagem do novo secretário afirmando que terá um novo olhar, mas respeitando e colhendo os frutos de todo esse trabalho que fica nesses 20 anos, que não pode ser desconhecido, foi bem recebido por todos.

Os recursos para o Centro Cultural Thiago de Melo – que agora recebeu o nome de Anibal Bessa – são na ordem de R$ 1.949.000,00 e para eventos culturais diversos são de R$ 4.549.119.00 em conta bancária do Bradesco.

Em sua saída, Robério Braga, deixa um exemplo a todos os administradores públicos que conhecem suas responsabilidades com a coisa pública. O bom seria que todos os ex-secretários agissem da mesma forma, garantindo a continuidade eficiência no serviço público.

Com texto do Portal OLM

Comentários

comentários

https://correiodaamazonia.com/roberio-braga-entrega-sec-com-verbas-e-projetos-em-andamento/

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta