Manaus – Pelo segundo dia consecutivo, os membros do Sindicato dos Rodoviários paralisaram 13 linhas da empresa Via Verde. A greve, que aconteceu na tarde desta sexta-feira (14) e durou cerca de uma hora, nos terminais de linha localizados nos bairros Petrópolis, Bairro da Paz, no conjunto Augusto Montenegro e na garagem da empresa, no bairro Planalto. Aproximadamente 3,5 mil pessoas foram prejudicadas, segundo informações do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram)

Rodoviários da empresa Via Verde paralisaram ônibus pela segunda dia consecutiva (Foto: Divulgação/ Sinetram)

A paralisação foi realizada entre 15h e 16h, simultaneamente nos três terminais e na empresa. Cerca de 40 viagens foram perdidas, prejudicando usuários em vários bairros das zonas Sul, Oeste e Centro-Oeste. De acordo com o Sinetram, essa é a 45ª paralisação dos rodoviários este anos.

O assessor jurídico do Sinetram, Fernando Borges, afirmou que a Justiça será mais uma vez informada sobre a paralisação irregular. A Via Verde e o Sinetram não foram informados sobre a paralisação.

“A empresa está honrando todos os compromissos com os colaboradores e não há motivos para essas paralisações. Não fomos notificados e desconhecemos o motivo do movimento paredista. Vamos informar a Justiça sobre essa situação, para que as providências sejam tomadas”, destaca Borges.

Ainda de acordo com o assessor jurídico, existe uma liminar que proíbe greves, sob pena de multa de R$ 100 mil por hora e configuração de crime de desobediência.

O post Paralisação de ônibus deixa 3,5 mil usuários prejudicados, em Manaus apareceu primeiro em D24am.

Fonte: http://d24am.com/amazonas/paralisacao-de-onibus-deixa-35-mil-usuarios-prejudicados-em-manaus/

SEM COMENTÁRIO

Deixe uma resposta