Nova Canaã receberá ações para escoar a produção, regularizar imóveis e promover segurança alimentar

0
78

Buscar saídas para o escoamento da produção, planejar mutirão de limpeza nos ramais, assegurar a titulação da terra por meio da regularização fundiária e fomentar as culturas já existentes para garantir a segurança alimentar de mais de 20 famílias de produtores rurais são alternativas que podem transformar a vida da comunidade Nova Canaã, no rio Jacu, região do Uacurapá.

As dificuldades de acesso especialmente no verão, os problemas de infraestrutura e a situação precária da região foram constatados pelo secretário de Pecuária, Agricultura e Abastecimento (Sempa), Edy Albuquerque e equipe, que acompanhados da vereadora Vanessa Gonçalves (PROS) visitaram a localidade no final de semana a convite do presidente Gesiel Lima. Eles ouviram as reivindicações das famílias e apresentaram os projetos que a administração do prefeito Bi Garcia e do vice Tony Medeiros traçaram para estar presente com ações pontuais na zona rural e melhorar a qualidade de vida do povo.

De acordo com Edy Albuquerque foram três horas de viagem, parte em lancha, em motor rabeta e parte a pé para chegar à Nova Canaã que é a última localidade do município de Parintins, já na fronteira com o Pará. Os próprios comunitários abriram o ramal e a equipe da Prefeitura/Sempa marcou pontos de GPS para trabalhar um novo traçado de estrada visando encurtar distâncias até a comunidade do Mangueirão ou a outra localidade. “Além de resolver o escoamento da produção, uma nova estrada permitirá ações pontuais nas áreas de educação, saúde publica e infraestrutura de modo geral”, avalia Albuquerque.

A certeza da vontade de produzir das famílias foi demonstrada nas áreas produtivas identificadas pelo grupo. “São plantios de mandioca, macaxeira, tubérculos como cará, batatas, culturas como abacaxi, banana e maracujá, além de grande potencial para criação de peixe”, afirma o secretário. Lá os moradores construíram uma barragem natural com uma estrutura inicial para a piscicultura. “As famílias demonstraram acima de tudo uma vontade de imensa de produzir e nosso papel é fomentar essa atividade produtiva. Há uma determinação por parte do prefeito Bi Garcia e do vice Tony Medeiros de que a gente possa levar soluções para as comunidades”, relata.

Outra grande dificuldade é quanto à regularização fundiária que será um dos pontos a ser defendido pela vereadora Vanessa Gonçalves na tribuna da Câmara Municipal de Parintins, por meio de requerimento à Secretaria de Política Fundiária do Governo do Estado e ao coordenador do programa Terra Lega do Incra, Marco Aurélio Cursino. O imóvel que eles trabalham na Colônia é em área coletiva e os comunitários não tem a posse individual. “ Umas Uma das preocupação do governo municipal é a parte documental do imóvel, para que possamos trabalhar a questão da Declaração de Aptidão, Carteira do Produtor e documentos necessários para que eles possam receber os créditos de modo geral , assistência técnica e a possibilidade de comercializar a produção por meio dos programas do mercado institucional.

Os comunitários reivindicaram a realização de um mutirão para limpar o ramal, o que será providenciado. “Deixamos claro o compromisso do prefeito e que nós vamos fazer aquilo que é possível nesse momento, acima de tudo tentar projetar ações mais efetivas para 2018, principalmente por meio da lei orçamentária do município que vai ser votada. Essa é a importância dos vereadores e a Vereadora Vanessa tem papel importante porque é conhecedora da realidade local e sabe da importância de levar apoio necessário a essas regiões mais distantes”, concluiu.

Peta Cid/SEMPA

https://www.ojornaldailha.com/nova-canaa-recebera-acoes-para-escoar-producao-regularizar-imoveis-e-promover-seguranca-alimentar/

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta