Kaspersky mostrou soluções de segurança para 2018

0
65

A Kaspersky explicou aos jornalistas as evoluções introduzidas nas suas mais recentes soluções de segurança para computadores. O foco nos novos perigos que a Internet transporta é uma das maiores preocupações da empresa. Num universo com cada vez mais equipamentos móveis e domésticos ligados à Internet, os serviços na nuvem e as redes sociais não podiam ficar esquecidos no trabalho desenvolvido por uma das maiores empresas mundiais de segurança informática.

Somam-se já 20 anos desde que a empresa chegou ao mercado com o seu antívirus, pesada tradição que reforça a força na missão de salvar o mundo digital.

Mundo digital cada vez mais perigoso

Durante o último ano os especialistas da Kaspersky encontraram, através do seu atento software, mais de 261 milhões de páginas maliciosas, bem como analizaram mais de 750 milhões de ataques informáticos.

O ‘ransomware’, palavra que se encontrava em vários locais da apresentação que teve lugar no Museu del Ferrocarril em Madrid, esteve também em foco, com menções detalhadas ao recente WannaCry e à introdução de alguns dados estatísticos sobre este novo método de extorsão. Em 2017 apenas 52% dos que viram a sua informação ficar refém dos escrúpulos de piratas informáticos conseguiram recuperar os resgates pagos.

Evolução tecnológica ditou alteração radical da segurança

Se há 20 anos a Kaspersky oferecia no mercado um mero antivírus, atualmente a solução extende-se por várias plataformas que exigem soluções de diagnóstico, deteção e resposta a ameaças. Para fazer face às necessidades atuais a Kaspersky faz chegar soluções praticamente modulares que vão do antivírus às soluções de segurança mais completas para Internet e que englobam variantes para computadores Mac.

Novas ameaças implicam novos métodos de policiamento

A resposta rápida e eficaz aos ataques cibernéticos dos nossos dias exige uma resposta rápida aos ataques com minimização de falsos positivos, para isso a Kaspersky assenta as suas soluções na nuvem. Em detalhe a empresa melhorou a análise de vulnerabilidades de aplicações, introduziu um novo módulo de controle de aplicações para Windows e Android, introduziu melhorias no filtro de acesso a sites maliciosos e uma ferramenta renovada ‘anti-phishing’.

Os acessos às redes Wi-Fi viram também melhorado o protocolo de segurança, assim como periféricos como a webcam e o microfone passaram a estar englobados por um novo ‘anjo da guarda’ digital que a Kaspersky desenvolveu a partir de uma folha em branco e que obrigou ao registo de uma nova patente. Além da proteção contra espionagem, a navegação privada e a segurança dos ficheiros ‘cookie’ estão também na mira do novo produto da empresa.

Tranquilizar pais de crianças cada vez mais conectadas

A ligação à rede é feita cada por pessoas cada vez mais jovens. A exposição aos perigos digitais é também uma preocupação para a Kaspersky que extende a sua linha de produtos aos smartphones, computadores (Windows e Mac), sem deixar de parte os tablets. A vertente de controlo parental do Kaspersky Internet Security passou a incorporar a possibilidade de inclusão de alertas de geolocalização em dispositivos móveis.

Cofre inteligente que comanda e controla todas as palavras passe

Os golpes e roubos de informação na Internet constituem uma das mais importantes ameaças da atualidade aos cidadãos conectados. Para fazer face a este problema a Kaspersky desenvolveu um novo método de armazenamento de palavras passe. O mecanismo é simples e o seu funcionamento pode ser comparado com o de uma caixa forte. Os utilizadores precisam apenas de saber uma palavra passe mestra de acesso a um cofre inteligente que faz o controlo e o comando de todas as palavras passe.

Para uma segurança ampliada, este cofre guarda no seu interior palavras-passe de segurança aumentada e que vão muito além das que tradicionalmente são definidas pelas pessoas. Quando visitado um site que exija a introdução de uma palavra passe o cofre inteligente pede ao utilizador a palavra mestra, para que possa de forma automática inserir a ‘password’ mais segura que ele próprio definiu.

Ransomware não mete medo ao sistema de cópias de segurança

O roubo e encriptação de informação de computadores é talvez um dos métodos de assalto que mais intimida os cidadãos da Era Digital. A informação fica à mercê dos piratas que através de métodos furtivos codificam todo o conteúdo dos computadores atacados, sejam fotografias, filmes, e-mails, ou outros documentos.

Para fazer face a este perigo a Cópia de Segurança do Kaspersky Internet Security evoluiu para permitir o armazenamento seguro da informação e assim descartar o possível pagamento de avultados resgates aos piratas informáticos.

Veja também…

Deixe o seu comentário

https://www.maistecnologia.com/kaspersky-mostrou-solucoes-seguranca-2018/

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta