INSS Digital pode gerar recursos de R$ 1,8 bilhão para municípios do AM

0
65

O presidente da Associação Amazonense de Municípios (AAM), João Campêlo, pediu celeridade aos prefeitos na implantação das unidades do INSS Digital no interior do Estado. De acordo com ele, até 2020, a medida pode gerar cerca de R$1,8 bilhão ao ano em renda para as prefeituras do Amazonas.

Segundo ele, a meta da AAM, que já se articula com os gestores municipais do interior, é que pelo menos 20 unidades sejam implementadas até o final deste ano. Para isso, a associação assinou um termo de cooperação técnica com o INSS, que facilita a criação dos espaços para o funcionamento do serviço.

Foto: Divulgação

“Nós temos que acelerar ao máximo a criação dessas unidades. Em pleno funcionamento, oferecendo serviços de aposentadorias, salário-maternidade, benefícios assistenciais, auxílio-reclusão dentre outros benefícios previdenciários, podemos gerar recursos de até R$ 150 milhões por mês para os municípios”, explicou o presidente.

O INSS Digital é o novo marco do atendimento do órgão no Brasil, e que dispensa o cidadão de comparecer a uma agência para requerer benefícios. Assim, todos os 62 municípios do Amazonas ficarão cobertos com o atendimento do INSS, o que deve ampliar dos atuais 313 mil para 800 mil beneficiários.

Atualmente, a maioria dos municípios não têm agência do INSS. São apenas 27 unidades em todo o Estado, sendo sete em Manaus. Segundo o próprio instituto, o índice de benefícios pagos, de 7,7%, no Amazonas está abaixo da média nacional de 17%.

Comentários

comentários

https://correiodaamazonia.com/inss-digital-pode-gerar-recursos-de-r-18-bilhao-para-municipios-do-am/

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta