IEL prepara gestores e líderes em inovação

0
65

Aos 47 anos de atuação, completados nesta segunda-feira (18), o Instituto Euvaldo Lodi (IEL Amazonas) investe na formação de gestores para indústria e em líderes para inovação. Desde novembro a instituição, em parceria com a Universidade da Indústria IEL, desenvolve o MBA em Gestão Industrial e já inscreve para a 2ª turma desse curso de pós-graduação, juntamente com o MBA em Liderança para Inovação. Em fevereiro, será concluída a primeira turma do curso de Gestão Industrial, em nível de pós-graduação lato sensu, reconhecido pelo Ministério de Educação (MEC).

Em parceria com a Universidade de Steinbeis, o IEL vai promover o curso de Liderança para Inovação em módulo Internacional, com previsão para início em abril de 2018 em Stuttgart, na Alemanha, pelo qual o participante poderá visitar sete empresas como Mercedes-Benz, Bosch, Kärcher, T-Systems, Hugo Boss, Kern-Liebers e Memminger-Iro e receberá a certificação como curso de extensão da Faculdade da Indústria e da Steinbeis.

Foto: Divulgação

Além dos cursos de especialização, o IEL Amazonas fortalece programas voltados ao desenvolvimento de jovens, com destaque para o Estágio Supervisionado e o Programa Jovem Aprendiz voltado para o desenvolvimento de carreira, intensifica a educação empresarial,atendendo também as áreas de inovação e tecnologia e estudos e pesquisas.

“Durante toda a sua trajetória, o IEL tem contribuído para a inserção de jovens no mercado de trabalho e na capacitação da gestão dos gestores das indústrias, contribuindo para o aperfeiçoamento da gestão das empresas do Estado do Amazonas”, destacou a superintendente do IEL/Amazonas, Andrea Guerra.

Foto: Divulgação

Nestes 47 anos, o IEL/Amazonas tem atuado fortemente na interação das relações entre escolas, estudantes e indústria, por meio do programa de Estágio Supervisionado, uma de suasprincipais ações, desenvolvidas por meio de parcerias com empresas, órgãos governamentais, instituições educacionais e centros de pesquisa.

O programa de Estágio IEL/AM começou em 1985 e em 32 anos já inseriu mais de 300 mil jovens em organizações do Amazonas. Alguns programas do Instituto auxiliam empresas na identificação de talentos e na busca por soluções inovadoras. Este é o caso do Programa Jovem Aprendiz IEL, implantado em março deste ano, com o propósito de inserir jovens e adolescentesentre 14 a 24 anos incompletos que estejam cursando o ensino fundamental e médio ou tenham concluído o ensino médio no mercado de trabalho.

Em inovação, o IEL/Amazonas também trabalha com consultorias e, segundo a superintendente Andrea Guerra, este ano atende 20 empresas no segmento de panificação, em parceria com a FIEAM. Destaque para o Inova Talentos, uma iniciativa realizada em parceria com o CNPq que incentiva o desenvolvimento de projetos nas empresas e institutos privados de pesquisa e desenvolvimento.

Ainda para esse ano, o IEL tem planos traçados para implementação do Programa Inova Tec, em parceria com o CNPq, voltado para estudantes de graduação, ensino técnico e tecnológico, com concessão de bolsas de estudo. Outra novidade são as consultorias em Lean Office que em breve serão realizadas pelo IEL/Amazonas. Para o próximo ano, na área de Educação Executiva, haverá vagas para cursos como Compliance e Eficiência Empresarial, Relações Governamentais na Estratégia Corporativa e Gestão da Mudança e a Transformação Digital.

Foto: Divulgação

Para Guerra, todas essas ações são possíveis graças a parcerias e a equipe do IEL/Amazonas. “A equipe do IEL é bastante motivada, tanto os funcionários como os estagiários são bem dinâmicos, pró-ativos e contribuem com boas ideias”, destaca a gestora.

Entre aperfeiçoamentos dos processos internos em 2017, a superintendente cita a implementação da Central de Atendimento, com atendimento receptivo para alunos, empresas e ativo para cursos, utilização das mídias sociais e com a pesquisa de satisfação para empresas.

Dois grandes produtos foram desenvolvidos pelo IEL/Amazonas. O Banco de Ideias, ainda em fase de testes, foi criado para que as empresas possam conhecer as ideias dos seus funcionários e assim melhorar a eficiência da empresa, o outro é o Sistema de Registro de Ocorrências, para acompanhamento on line das solicitações de clientes (empresas e estudantes) por toda a equipe IEL/Amazonas.

História

Integrante do Sistema Indústria, que à frente a Confederação Nacional da Indústria (CNI), o Instituto Euvaldo Lodi (IEL) está presente nos 26 Estados e no Distrito Federal. Em nível estadual, faz parte do Sistema Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), juntamente com o SESI e SENAI.

Criado em 18 de setembro de 1970, o IEL tem como missão promover o desenvolvimento de competências em gestão, a interação entre empresas e os centros de conhecimento e a promoção da inovação nas empresas. Sua primeira sede foi instalada nas dependências do Departamento Regional do SESI/AM na Avenida Getúlio Vargas, 1116, Centro, onde permaneceu até 1986. No seguinte, transferiu-se para a sede da FIEAM, na Avenida Joaquim Nabuco, 1919, Centro, onde permanece até hoje.

Desde a sua criação até 1988, teve como diretores titulares João de Mendonça Furtado, posteriormente substituído por Moysés Israel, Américo Esteves e, atualmente Nelson Azevedo, também primeiro vice-presidente da FIEAM.

Comentários

comentários

https://correiodaamazonia.com/iel-prepara-gestores-e-lideres-em-inovacao/

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta