Grupo busca implementar em Manaus um corredor de proteção ao Sauim

0
74

Manaus – Com o objetivo de frear a redução da população do sauim-de-coleira, espécie criticamente ameaçada de extinção, organizações governamentais e não-governamentais anunciaram, nesta sexta-feira (20), em Manaus, a criação de um grupo de trabalho interinstitucional para estudar e viabilizar, no prazo de 120 dias, a criação do Corredor Ecológico Urbano do Sauim-de-Coleira na capital amazonense (uma faixa territorial de proteção que terá como finalidade principal a conservação da espécie).

A espécie Saguinus bicolor é encontrada na Amazônia brasileira, mais especificamente em partes nas cidades amazonenses de Manaus, Rio Preto da Eva e Itacoatiara.

O sauim-de-coleira é considerado espécie criticamente ameaçada de extinção (Foto: Diogo Lagroteria/Ibama)

De acordo com o analista ambiental Diogo Lagroteria, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), os últimos estudos de avaliação da espécie apontam para o declínio da população do primata. “De 20 anos para cá, houve redução de até 80% da população do saium-de-coleira”, disse Lagroteria.

O analista ambiental apontou que as reuniões do grupo técnico devem ser realizadas quinzenalmente e vão formar as diretrizes para implementar o Corredor Ecológico Urbano do Sauim-de-Coleira. Lagroteria apontou que as ações para ‘salvar’ o saium-de-coleira também vão trazer benefícios para a população. “São áreas verdes conservadas, proteção do meio ambiente, mais parques e unidades de conservação”, disse o analista do ICMBio.

Segundo o secretário da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), Antonio Nelson de Oliveira Júnior, a criação do grupo vai possibilitar a discussão, levando em conta o cenário real da espécie e os aspectos ambiental e social do primata. “Já existe um estudo iniciado por instituições que trabalham em prol da conservação da espécie e é sobre ele que iremos nos debruçar”, afirmou o secretário.

De acordo com o procurador-chefe da Procuradoria da República no Amazonas (PGR-AM), Edmilson Barreiros Júnior, a formação do grupo de trabalho é a concretização de busca por soluções da demanda antiga que é combater o declínio da população da espécie.

A proposta é que o Corredor do Sauim de Manaus conecte o Parque Municipal do Mindu, o Corredor Ecológico do Mindu, passando por áreas verdes e de preservação permanente, o Parque Estadual Samaúma, até chegar à Reserva Ambiental Adolpho Ducke, na zona leste.

O prefeito Arthur Neto garantiu todo o subsídio para que o grupo realize os estudos necessários e possam em um curto espaço de tempo iniciar a criação do corredor. “Nós estamos aqui com representantes de diversas organizações ligadas ao meio ambiente. Eu os agradeci pela colaboração e me coloquei as ordens em tudo que for necessário para tirarmos o sauim-de-coleira do risco de extinção. Todos nós juntos, incluindo a sociedade, podemos sim salvar o essa espécie e está somente em nossas mãos. Não é uma possibilidade, é um dever pois, ele é de Manaus”, declarou o prefeito.

O sauim-de-coleira é considerado espécie criticamente ameaçada de extinção, conforme a portaria nº 444/2014, do Ministério do Meio Ambiente (MMA). De acordo com a Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom), participam do grupo, além do ICMBio, a Procuradoria Geral do Município (PGM), Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Fundação Vitória Amazônica (FVA) e Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema).

http://d24am.com/amazonia/animais/grupo-busca-implementar-em-manaus-um-corredor-de-protecao-ao-sauim/

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta