Exportações de veículos batem recorde em agosto

0
70

As exportações brasileiras de veículos bateram recorde no mês de agosto. De acordo com o ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, o mês acumulou mais de US$ 640 milhões.
Entre os fatores que podem explicar essa marca histórica, segundo o ministério, estão incentivos fiscais, como a diminuição em 30% no custo da emissão de documentos entre o Brasil e a Argentina, e diminuição da burocracia. Neste sentido, o governo cita a assinatura do Portal Único de Comércio Exterior, que diminuiu de um dia para meia hora o período para a liberação de certificados de origem.

De acordo com o ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, entre os países que compram os carros brasileiros estão países das Américas como: Estados Unidos, Canadá, México, Peru, Colômbia e Equador, e também países africanos como Egito, Senegal, Costa do Marfim e outros.

Setor representa 10% do PIB nacional

O professor de economia da PUC São Paulo e vice-presidente estadual do sindicato dos economistas de São Paulo, Gilson Garófalo, explica que bons resultados na área tem um grande peso na economia brasileira.

“É importante a gente frisar os efeitos multiplicativos da indústria automobilística. Ela é uma geradora de empregos e em torno dela temos uma série de empresa satélites, lembrando que a indústria automobilística é praticamente responsável por 10% do Produto Interno Bruto do país”, destacou Gilson.

O economista acredita que bons resultados como este podem explicar a retomada, ainda que modesta, do crescimento e desenvolvimento da economia local.

Foto: Divulgação

Para Gilson, as medidas de diminuição da burocracia tendem a se manter pois impactaram diretamente no resultado obtido em agosto. O economista detalha que os produtos manufaturados, no geral, estão passando por um processo de crescimento nas exportações. Gilson Garófalo analisa que o aumento nessas exportações significa um aumento da confiança dos outros países com relação ao Brasil, atraindo ainda mais investimentos.

Aumento interfere nas expectativas de vendas produção

Os resultados positivos fizeram com que a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, a Anfavea, revisasse algumas projeções, entre elas, a de produção de 2017. Antes, eram esperados 2,13 milhões de veículos, vendidos no Brasil e no exterior. Com os novos resultados no setor, a expectativa pulou para 2,20 milhões, mais de 7% a mais do que no ano passado.

A associação também reavaliou os números da produção, que subiu para mais de 25%, uma produção total de 2,70 milhões de unidades.

Por Raphael Costa

Comentários

comentários

https://correiodaamazonia.com/exportacoes-de-veiculos-batem-recorde-em-agosto/

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta