Estado registra mais de 200 mil portabilidades

0
56

Manaus – Aproximadamente 40 milhões de migrações entre operadoras de telefonia fixa e móvel sem alteração no número do telefone é o volume de portabilidades numéricas realizadas, no Brasil, durante os nove anos de existência do serviço, completados em setembro.

Amazonas teve 224,67 mil ações de portabilidade em nove anos (Foto: Antonio Cruz/ABr)

O mais recente relatório trimestral da Associação Brasileira de Recursos em Telecomunicações (ABRTelecom), entidade administradora do serviço, divulgado nesta semana, aponta que desde setembro de 2008 até o dia 30 de setembro de 2017, foram efetivadas 13,75 milhões (35%) de migrações por usuários de telefones fixos e 25,43 milhões (65%) a partir de iniciativa de titulares de números de terminais móveis.

Amazonas

Desde que a portabilidade numérica passou a fazer parte dos serviços telefônicos dos DDDs 92 e 97, os usuários desta área realizaram 224,67 mil ações de portabilidade numérica. O equivalente a 77,03 mil (34%) solicitações foram feitas por usuários de telefones fixos e 147,63 mil (66%) para telefones móveis.

A portabilidade numérica é possível em todo o território nacional desde março de 2009, quando foi implantada, gradativamente, nos 67 DDDs em operação, no País. Essa implantação iniciou em setembro de 2008.

Considerando apenas o terceiro trimestre deste ano (julho a setembro), entre os telefones atendidos pelos DDDs 92 e 97, o relatório mostra a efetivação de 10,16 mil solicitações de portabilidade numérica entre os meses de julho a setembro deste ano. Os usuários de telefones fixos respondem por 1,52 mil (15%) das transferências e os de móveis, por 8,63 mil (85%).

No período, 1,61 milhão de trocas de operadoras foram concluídas no País. Nesses três meses, 387,86 mil (24%) migrações foram feitas por usuários de terminais fixos e 1,22 milhão (76%) demandadas por titulares de telefones móveis.

Para realizar o processo da portabilidade numérica, o usuário deve procurar a operadora para onde ele quer migrar e fazer a solicitação. Conforme o regulamento do serviço, entre os critérios que devem ser atendidos para que o usuário efetive sua migração, estão: informar a operadora de telefonia que recebe o pedido, o nome completo; comprovar a titularidade da linha telefônica; informar o número do documento de identidade; o endereço completo do assinante do serviço; o código de acesso e o nome da operadora de onde está saindo.

http://d24am.com/economia/estado-registra-mais-de-200-mil-portabilidades/

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta