Decisão do STF pode estar amedrontando Amazonino e Bôsco Saraiva

0
64

Não se sabe exatamente o motivo que levou o candidato eleito, Amazonino Mendes a entrar com ação cautelar hoje (02) nas primeiras horas da manhã, para tomar posse o mais rápido possível. Ele alega que é para evitar mais prejuízo para o Estado.

É como se Amazonino e o seu vice Bôsco Saraiva estivessem temendo o resultado da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que deve julgar uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN) impetrada pelo ex-procurador geral da República, Rodrigo Janot, nesta quita feira (05), pondo fim ao resultado da eleição suplementar e na posse do eleito.

Amazonino Mendes quer evitar receber decisão do STF fora do cargo.

A ADIN pede que a eleição para o Governo do Amazonas seja indireta, ou seja, que seja realizada pelos deputados da ALEAM e não direta como ocorreu.

Caso o STF considere inconstitucional as diretas suplementares, ficaria mais fácil Amazonino recorrer no cargo, do que fora dele. Esse, talvez, seja o principal motivo que está levando o ex-governador ao desespero da posse.

Também estão sendo questionado por leitores do portal, porque os poderes já não se respeitam mais. Se a Aleam tem agenda para o dia 10 de outubro (daqui a sete dias) para dar posse ao governador eleito, porque o judiciário quis interpor à decisão do legislativo apenas para atender uma necessidade pessoal de Amazonino?

O atual governador, David Almeida deu uma entrevista coletiva hoje (02) para anunciar superávit na arrecadação em plena crise econômica. Ele mostrou que vai deixar em caixa R$ 458 Milhões e várias obras sendo executadas. Onde está o prejuízo reclamado por Amazonino?

Comentários

comentários

https://correiodaamazonia.com/decisao-do-stf-pode-estar-amedrontando-amazonino-e-bosco-saraiva/

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta