Manaus – As compras de Natal podem ir muito além dos presentes para familiares e amigos, em que muitos também aproveitam para comprar um presente para si mesmo. Uma pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) mostra que 47% dos consumidores irão se autopresentear esse ano, principalmente as mulheres (53%). Em relação ao Natal de 2016, metade dos entrevistados (50%) diz ter comprado itens para si mesmos.

A prática é justificada por esses entrevistados principalmente pela oportunidade de se presentear comprando coisas que precisam (46%, com aumento de 6,9 pontos percentuais em relação a 2016) e pelo sentimento de merecimento (39%). Entre aqueles que não pretendem comprar presentes para si mesmos (25%), os principais motivos são: não gostar ou falta de costume (30%), não ter dinheiro (15% – com aumento de 5,7 p.p. em relação a 2016) e ter outras prioridades de compra (15%).

A pesquisa indica que metade dos entrevistados espera receber presentes de outras pessoas (50%), sendo que 24% acreditam que o motivo é porque há muitas pessoas que gostam deles e querem agradá-los. Já 6% acham que não serão presenteados e 45% não sabem responder.

Os itens mais desejados são roupas (50%), calçados (36%), perfumes e cosméticos (35%).

Gasto médio

Na média, a intenção de compras é de dois presentes para si mesmo, com um tíquete médio cada de R$ 155,84. No total, os consumidores que irão se presentear e já definiram um valor, gastarão em torno de R$ 332 consigo mesmos – outros 46% ainda não sabem quanto irão gastar.

http://d24am.com/economia/cresce-numero-de-pessoas-que-vao-se-autopresentear-neste-natal/

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta