Cesta básica em Manaus fica R$ 3,47 mais barata, aponta Dieese

0
81

Manaus – No mês de agosto, o custo da cesta básica de Manaus diminuiu em relação ao mês anterior ficando em R$ 357,97, de acordo com pesquisa realizada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Nove produtos apresentaram queda e três tiveram alta no mês analisado, influenciando o custo total da mesma que ficou 0,96%mais barata no mês.

No mês anterior o conjunto de itens alimentícios essenciais custava R$ 361,44. Em agosto de 2016 a cesta básica custou R$ 401,50 e a variação acumulada nos últimos doze meses ficou em -10,84%.

A farinha (-3,65%) foi o produto que apresentou maior queda no mês (Foto: Sandro Pereira/Arquivo)

Em agosto deste ano, segundo a pesquisa, houve predominância de queda nos preços da farinha, banana, óleo de soja, arroz, entre outros. Por outro lado, houve aumento da manteiga e do leite o que influenciou na diminuição do custo da Cesta em Manaus.

A farinha (-3,65%) foi o produto que apresentou maior queda no mês, seguido da banana (-3,62%), do óleo de soja (-2,82%), do arroz (-2,14%), do açúcar (-1,57%), da carne (-1,53%), tomate (-1,50%), do café (-1,25%) e do pão (-0,64%). A manteiga (4,52%) foi o produto que apresentou maior alta no mês seguido do leite (2,69%) e do feijão (0,15%).

Com a queda do valor da cesta, e a interrupção da pesquisa em Palmas, Rio Branco e Teresina, em 1º de agosto deste ano, Manaus passou a ocupar a 17° colocação no ranking das cestas básicas, dentre as 24 capitais onde, atualmente, é realizada a Pesquisa da Cesta Básica de Alimentos, seguindo definições do Decreto-Lei 399, de 30 de abril de 1938.

Nacional

Em agosto, o custo do conjunto de alimentos essenciais diminuiu em 21 das 24 cidades onde o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) realiza mensalmente a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos. As quedas mais expressivas foram registradas em Campo Grande (-7,09%), Salvador (-7,05%), Natal (-6,15%) e Recife (-5,84%). Já as altas foram anotadas em Goiânia (0,04%), Maceió (0,91%) e Boa Vista (1,40%).

Porto Alegre foi a cidade com a cesta mais cara (R$ 445,76), seguida por São Paulo (R$ 431,66) e Florianópolis (R$ 426,30). Os menores valores médios foram observados em Salvador (R$ 332,10), Natal (R$ 336,12) e Recife (R$ 340,54).

http://d24am.com/economia/cesta-basica-em-manaus-fica-r-347-mais-barata-aponta-dieese/

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta