Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Suspensão do pleito prolonga “a nociva instabilidade institucional” (Foto: Reprodução)

Manaus – O prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), divulgou, nesta sexta-feira (30), uma carta que escreveu à presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármem Lúcia, informando sobre as consequências da suspensão da eleição suplementar no Estado. Ele diz que “o Amazonas vive a mais drástica crise moral, econômica, social e política de sua história” e que “a partir de 2015 e até a recente decisão que apeou do poder o governador José Melo de Oliveira, teve início uma derrocada administrativa sem precedentes”.

Na carta, o prefeito diz que, após o TSE determinar novas eleições, “partidos e postulantes passaram a se movimentar, efetuando gastos, assumindo compromissos com prestadores de serviços e, o que é mais relevante, despertando na sociedade a expectativa de se colocar um termo na instabilidade política e na degenerescência econômica e social”.

Ele diz que a suspensão do pleito mantém no cargo um governador interino, “prolongando a nociva instabilidade institucional”. Ele acrescenta que a decisão em nada beneficiou o autor da ação, Henrique Oliveira, vice-governador cassado. “Mais grave que tudo é o clima de perplexidade que se instalou, a partir de um provimento que não aclara, porque antes obscurece”, afirma.

Ao cumprimentar a ministra, ele diz que se dirige a ela como amazonense e, obviamente, como prefeito de uma das mais complexas cidades brasileiras. “E o faço no tom de uma confiança estribada na atuação segura e irretocável da cidadã mineira que hoje preside a Corte de Ribeiro da Costa, Evandro Lins e Silva, Adauto Lúcio Cardoso, José Paulo Sepúlveda Pertence, Ayres de Brito e, sem dúvida, Carlos Mario Velloso”, diz.

O post Arthur faz apelo à presidente do STF sobre suspensão da eleição apareceu primeiro em D24am.

Fonte: http://d24am.com/politica/arthur-faz-apelo-presidente-do-stf-sobre-suspensao-da-eleicao/

SEM COMENTÁRIO

Deixe uma resposta