Após balanço, Apple supera US$ 900 bilhões em valor de mercado pela primeira vez

0
43

São Paulo – A Apple superou a marca de US$ 900 bilhões em valor do mercado no início da noite desta quinta-feira, 2, depois de anunciar os resultados financeiros para o quarto trimestre do ano fiscal de 2017, encerrado em 30 de setembro. Apesar dos resultados acima das expectativas, o que realmente animou os investidores foi a previsão de receita divulgada pela companhia para o primeiro trimestre do ano fiscal de 2018, que representa um termômetro da forte demanda pelo iPhone X, versão mais avançada do smartphone da companhia que chega às lojas dos primeiros países nesta sexta-feira, 3.

Nos dias de lançamento de iPhone, filas gigantescas comumente são vistas nas portas das lojas da Apple (Foto: Mark Lenniham/AFP)

A companhia afirmou que a receita do primeiro trimestre deve ficar entre US$ 84 bilhões e US$ 87 bilhões, acima das expectativas de analistas consultados pela agência de notícias Reuters, que esperavam algo em torno de US$ 84,9 bilhões. “Estamos esperando por uma grande época de Natal e estamos às vésperas do lançamento do iPhone X. Nós não poderíamos estar mais animados conforme começamos a entregar nossa visão do futuro com esse maravilhoso dispositivo”, afirmou o presidente executivo da Apple, Tim Cook, em nota.

Segundo analistas, há dúvidas sobre como a Apple vai conseguir atender a demanda no período que antecede o Natal. “Não sabemos onde a curva entre a oferta e a demanda vão se cruzar, já que o iPhone X não tem uma versão anterior para comparar”, afirmou o diretor financeiro da Apple, Luca Maestri, à Reuters.

No quarto trimestre, a Apple vendeu 46,7 milhões de iPhones, acima da expectativa dos analistas que girava em torno de 46,4 milhões de unidades. O lucro da empresa aumentou para US$ 10,71 bilhões, ou US$ 2,07 por ação no período, ante US$ 9,01 bilhões, ou US$ 1,67 por ação, um ano antes. Isso representa um crescimento no lucro de 18,8% no quatro trimestre, em relação ao mesmo período de 2016.

A receita de US$ 28,85 bilhões obtidas pelas vendas do iPhone no período representaram 55% da receita total da Apple, que cresceu 12,2% no quarto trimestre ante o mesmo período do ano passado, chegando a US$ 52,58 bilhões. Os analistas esperavam que a receita total seria de US$ 50,7 bilhões.

Outro destaque do balanço é que a Apple voltou a crescer na China. O país asiático trouxe US$ 9,8 bilhões em receita para a companhia, ante US$ 8 bilhões no mesmo período do ano passado. A empresa também dobrou sua receita na Índia no mesmo período, embora a Apple não abra detalhes sobre os números.

A receita com serviços — que inclui o serviço de pagamentos Apple Pay, o serviço de backup em nuvem iCloud e o serviço de streaming de música Apple Music — geraram receita de US$ 8,5 bilhões para a Apple no período, o que representa um crescimento de 34% em relação ao mesmo período do ano passado. Isso representa um bom sinal, já que os serviços são o segundo segmento em importância na receita da Apple e, conforme a receita obtidas com eles cresce, a companhia reduz a sua dependência do sucesso do iPhone.

Outros produtos

Mas não é só o iPhone e os serviços que deram motivos para a Apple comemorar no quarto trimestre. A companhia norte-americana registrou forte crescimento até mesmo em categorias que estão em baixa, como computadores e tablets. As vendas de computadores da linha Mac, por exemplo, tiveram receita 25% maior no período — o que representa um recorde de vendas em um ano em toda a história dos computadores da marca.

No caso dos tablets da linha iPad, o desempenho também foi bom. A Apple vendeu 10,3 milhões de unidades do dispositivo no período, obtendo uma receita de US$ 4,83 bilhões, ou 14% superior ao mesmo período do ano passado.

Durante a conferência de resultados, Cook afirmou que o número de unidades vendidas do Apple Watch, relógio inteligente da marca, aumentaram 50% no quarto trimestre, sem detalhar os números. Ele apenas disse que a Apple já vende mais de 1 bilhão de unidades do dispositivo, o que mostra que o crescimento não é mais sobre uma base pequena.

http://d24am.com/economia/apos-balanco-apple-supera-us-900-bilhoes-em-valor-de-mercado-pela-primeira-vez/

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta