A Fucapi pode ter chegado ao fim da sua trajetória

0
679

A Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica – FUCAPI pode estar sendo vestida com uma roupagem não muito adequada para as suas devidas proporções regionais, educacionais e de tecnologia. A informação de pessoas ligadas à instituição, que preferem não se identificar, dizem que a Fucapi está sendo transferida às pressas para uma fundação ainda não anunciada, a título de escapatória de problemas insolúveis criados por sua diretoria atual.

Para o nosso interlocutor, essa é uma espécie de transferência de responsabilidades. Ou seja, gastaram milhões de reais e planejaram irresponsavelmente e, agora estão conseguindo uma fundação para assumir o “rosário de desculpas evasivas”, prorrogando as explicações e encobrindo aquilo que todos já sabem.

“A Fucapi estaria sendo transferida para uma outra fundação ainda não anunciada pela sua direção”, afirmam funcionários.

A Fundação Fucapi, que foi criada para gerar conhecimento em tecnologia no Amazonas, até que começou bem, mas nós últimos anos a sua história desaguou na má gestão e na incerteza de um futuro produtivo.

Quem acompanha a trajetória da Fucapi, sabe que os funcionários sofrem desvio de funções e por falta de gestão transparente. A Fucapi, diz, “deveria estar focada no eixo central da sua criação e não nos fatores que estão levado a instituição a um estado de nenhuma importância no seguimento tecnológico industrial para a qual foi criada”.

Desde o início do ano passado, professores, alunos e funcionários tem ido à imprensa para reclamar da fragilidade dos gestores e responsabiliza-los pela atual situação da Fucapi. A instituição tecnológica instalada em pleno Polo Industrial de Manaus (PIM) e ao lado de seu maior centro financiador, a Suframa, poderia ter uma outra postura no mercado, viabilizando oportunidades e servindo de referência na construção de novas plataformas digitais.

Não é o caso atual da Fucapi. É certo que ela deu uma importante parcela de colaboração para o Amazonas, para a Região Norte e, pode-se dizer, cumpriu o seu papel para o qual foi criada, mas, atualmente, sofre do mal da incerteza, da falta de continuidade, da má gestão. O futuro da Fucapi pede ter chegado ao fim.

Comentários

comentários

https://correiodaamazonia.com/fucapi-pode-ter-chegado-ao-fim-da-sua-trajetoria/

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta